Fonte: OpenWeather

    EDUCAÇÃO


    Governo anuncia regime de aulas com transmissão pela TV aberta no AM

    As medidas são necessárias para conter o avanço do coronavírus

    O governador Wilson Lima lançou, nesta sexta-feira (20), o programa 'Aula em Casa', que beneficiará 180 mil alunos | Foto: Divulgação/ Facebook

    Manaus - O governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta sexta-feira (20), por meio de entrevista coletiva on-line, medidas que serão tomadas sobre o regime especial de aulas não presenciais para 180 mil alunos da rede estadual de ensino da capital e do interior. As medidas são necessárias para conter o avanço do coronavírus (COVID-19) no Estado. Wilson Lima anunciou o programa "Aula em Casa", em que os alunos terão a oportunidade de acompanhar os conteúdos programáticos de cada disciplina e série com transmissão pela TV aberta. 

    Wilson Lima decretou na quarta-feira (19), a suspensão das aulas em todos os municípios do Estado do Amazonas. O trabalho será em conjunto com a Secretária de Estado da Educação (SEDUC) e outros órgãos do Estado. O governador suspendeu as aulas, adotando um recesso, por um prazo de 15 dias na rede estadual.

    "Nós não podemos perder tempo, principalmente as crianças e os adolescentes que estão nesse período escolar, e para que aproveite o máximo de tempo e responsabilidade nesse período de quarentena. Lembrando que a suspensão das atividades do Estado do Amazonas não significa que as pessoas estão de férias. Tem muita gente confundido isso, as medidas que o mundo está tomando em relação à suspensão das atividades letiva é para preservar a nossa população e evitar que o coronavírus se propague," enfatizou Wilson Lima.

    Aulas em casa 

    O programa "Aulas em Casa" será testado neste fim de semana e deve começar a funcionar a partir de segunda-feira (23). Os alunos vão acompanhar as aulas de um canal aberto de televisão e através de um aplicativo, que será baixado para fazer a interação com os professores.

    "Essa é uma medida absolutamente inovadora do Estado do Amazonas, e que vai servir também de paradigma para outros estados que também necessitam de tecnologia. O Centro de Mídias de Educação é um projeto já consolidado no nosso Estado e já está funcionando alguns anos nas zonas rurais dos municípios do interior, por meio de uma transmissão via satélite com o uso de internet," explicou o secretário de Educação em exercício Luís Fabian.  

    Para adequar e projeto nessa realidade o secretário de Educação e o governador se reuniu com a TV Encontro das Águas para viabilizar a possibilidade de transmitir as aulas para a TV aberta. A TV tem 4 canais que são: 2.1, 2.2, 2.3 e 2.4, sendo que cada um desses canais vai estar responsável pela transmissão de aulas relativas a determinada série ou ano escolar:

    -Canal  2.2 vai transmitir as aulas do 6°ano pela manhã e do 7°ano pela tarde;

    -Canal 2.3 vai transmitir as aulas do 8°ano pela manhã e do 9°ano pela tarde;

    -Canal 2.4 vai transmitir as aulas do ensino médio.

    Segundo o governador, as transmissões começam a partir das oito horas da manhã. "Nós precisamos do apoio da família, os pais têm que estar presentes para garantir que os alunos assistam às aulas para poder interagir em tempo real com os professores através do aplicativo Mano e AVA, que eles vão baixar gratuitamente pela internet. Após as aulas, eles vão poder acessar o ambiente virtual de aprendizagem. O aluno vai poder assistir as aulas, fazer os exercícios de fixação e apostilas e terá acesso a materiais complementares."

    As aulas também estarão disponíveis em um ambiente virtual de aprendizagem no site da SEDUC, onde o aluno irá se cadastrar com número de matrícula e informações pessoais, para ter acesso irrestrito ao conteúdo.  

    Leia mais:

    Amazonas tem três casos confirmados do novo coronavírus

    FVS-AM alerta para circulação de vírus durante inverno amazônico

    Governo do AM que duplicar número de testes diários para o Covid-19

    Coronavirus