Fonte: OpenWeather

    Briga em hospital


    Agentes funerários brigam por causa de corpos em necrotério de Manaus

    Um vídeo que circula na internet mostra dois homens brigando por cadáveres em um hospital da capital

    | Autor: Débora Martins/ TV Em Tempo

    No vídeo, os homens aparecem trocando chutes
    No vídeo, os homens aparecem trocando chutes | Foto: TV Em Tempo

    Manaus - Homens foram flagrados brigando por cadáveres em um hospital de Manaus. Em um vídeo que circula nas redes, dois funcionários de empresas que prestam serviços fúnebres aparecem trocando socos e chutes, em uma espécie de competição para decidir quem deles iria velar os corpos.

    No vídeo, dois funcionários de empresas funerárias aparecem brigando em frente ao necrotério de um hospital em Manaus. De acordo com um empresário do ramo, a briga era por causa dos cadáveres. Ele explica que disputas como esta são comuns.

    Crime

    De acordo com a lei municipal Nº 1273 instituída em agosto de 2008, as empresas funerárias são proibidas de acobertar ou remunerar diretamente ou por meio de terceiros, o agenciamento de funerais de cadáveres, assim como também fazer plantão e oferecer serviços em locais como hospitais e instituto médico legal (IML). Quem descumpre esta lei está jeito a pagar multa no valor de mil reais.

    | Foto: TV Em Tempo

    O trabalho de fiscalização para coibir esse tipo de prática é responsabilidade da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp).

    O delegado titular da Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor, Eduardo Paixão, explica que a pessoa que se sentir lesada por empresas funerárias precisa registrar a denúncia. O funcionário pode responder por crimes de afirmação falsa ou exercício ilegal da profissão, podendo ser condenado de 3 meses a 1 ano de prisão. 

    Confira a reportagem da TV Em Tempo:

    | Autor: Débora Martins/ TV Em Tempo
     

    *Texto WEB: Marhia Edhuarda Bessa