Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Ponta Negra é interditada para conter avanço do coronavírus em Manaus

    A medida adotada pelo prefeito Arthur Neto visa evitar a propagação do vírus na capital amazonense

    Vale reforçar que, nesse momento de grande preocupação com a saúde pública, a Prefeitura de Manaus recomenda que a população não frequente outras praias e flutuantes da capital. | Foto: ANTONIO LIMA/SEMJEL

    Manaus - A medida se soma a uma série determinações do prefeito Arthur Virgílio Neto, como a antecipação das férias escolares até o dia 31 de março, para prevenção emergencial da população contra a doença. A decisão foi alinhada com o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, e o diretor-presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), Cláudio Guenka.

     “É uma medida preventiva para que possamos evitar a propagação do novo coronavírus que, como todos já sabem, é um vírus altamente contagioso e se propaga de forma muito rápida. A principal medida agora é evitarmos as aglomerações”, explicou Magaldi.

     O acesso à área de praia também será proibido e as linhas regulares do transporte coletivo vão deixar de operar para atender ao complexo. Os pontos e atividades comerciais ficarão fora de operação tanto no calçadão quanto na areia. A Guarda Municipal e a Polícia Militar vão atuar para fechar os acessos ao complexo e balneário, devido à pandemia.

     “São medidas duras, a fim de evitar as aglomerações e fazer com que as pessoas fiquem em casa. Os cidadãos devem sair às ruas apenas para atividades inadiáveis. Vamos conter os casos de Covid-19 entre a população, essa é a nossa missão”, afirmou Cláudio Guenka.

     Vale reforçar que, nesse momento de grande preocupação com a saúde pública, a Prefeitura de Manaus recomenda que a população não frequente outras praias e flutuantes da capital.

     Lazer e esporte

     Desde o dia 17, a agenda de eventos do Complexo Turístico Ponta Negra estava suspensa temporariamente atendendo ao Decreto 4.778, pelo prazo de 30 dias. A prefeitura, seguindo orientações da Organização Mundial de Saúde (MS) e do Ministério da Saúde de prevenção e controle ao novo vírus, também suspendeu a realização de eventos esportivos, culturais e religiosos.

    Decreto

    Manaus está em Situação de Emergência desde a confirmação do primeiro caso do novo coronavírus. O prefeito de Manaus foi um dos primeiros gestores públicos do país a anunciar medidas de proteção à população para prevenir o contágio da Covid-19, declarada como pandemia pela OMS e que já está presente em mais de 160 países.


    *Com informações da assessoria

    Assista à reportagem da TV EM TEMPO:

    | Autor: Samara Maciel/ TV EM TEMPO