Fonte: OpenWeather

    Confirmados


    Amazonas dobra casos de coronavírus em um dia; número chega a 26

    Rosemary Pinto, diretora-presidente da FVS-AM, anuncia que subiu para 26 o número de casos confirmados de coronavírus no Amazonas

    O caso dobrou em um dia
    O caso dobrou em um dia | Foto: Divulgação

    Manaus - O número de casos confirmados do novo coronavírus subiu para 26 no Amazonas. A informação foi divulgada na manhã deste domingo (22), em entrevista coletiva online com a diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Pinto, e com o secretário de saúde do Estado Rodrigo Tobias.

    Rosemary Pinto pediu mais uma vez para que as pessoas respeitem o isolamento social para evitar a propagação da doença no Estado, que já se encontra na fase de transmissão comunitária. Dos casos confirmados, até o momento, 25 são em Manaus e um no município de Parintins.

    "Como entramos em uma nova fase de transmissão comunitária, a partir de agora, as ações de vigilância passam a ter outra atuação. Cada pessoa passa a ser um potencial portador do novo coronavírus. Portanto, não divulgaremos mais casos suspeitos, vamos focar apenas nos confirmados e em investigação", esclarece a diretora-presidente.

    Até sábado (21), o Amazonas tinha 11 casos confirmados, 66 descartados, e 23 em investigação. Neste domingo, o número aumentou para 24 em investigação, 26 confirmados e 25 em isolamento social. Parintins, segundo Rosemary, é o único município do interior com caso confirmado.

    "Não temos nenhuma morte até o momento. Apenas o paciente de Parintins precisou de internação e está na UTI. Todos os demais casos notificados foram atendidos pela rede pública e estão estáveis", diz Rosemary Pinto.

    O secretário Rodrigo Tobias reforçou o discurso de que o Amazonas está preparado para lidar com a pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, atualmente, são 50 leitos de UTI disponíveis, com a projeção de mais 100 para lidar com a crise. 

    “Temos todas as condições para enfrentar os casos graves. É importante dizer que teremos 10 equipamentos de proteção individual (EPIs), por leito, para o cuidado dos pacientes confirmados e que precisam de UTI. São EPIs específicos, que estão chegando do Ministério da Saúde e estamos fazendo mais aquisições para os próximos três meses”, afirma o Tobias.

    Alterações de protocolo

    Com o aumento no número de casos na região, as medidas para conter o avanço do vírus também vão se adequando à situação. Além da não divulgação dos casos suspeitos, o secretário de saúde 

    também destacou que o hospital Delphina Aziz funcionará exclusivamente para tratar pacientes infectados.

    “A partir desta segunda-feira (23), o hospital Delphina Aziz funcionará especificamente para atender os casos graves de coronavírus, que precisam das estruturas de UTI, urgência e emergência. Toda a equipe ficará à disposição da população, principalmente aos pacientes crônicos que precisam de atendimento médico”, revelou Tobias.

    Vacina contra influenza

     O secretário de saúde também enfatizou que a vacina contra a Influenza, que começa nesta segunda-feira (23), será realizada de casa em casa.

    "Por conta do cenário do Covid-19, em Manaus, o planejamento de vacinação do público alvo será feito em casa. O lote destinado para o Amazonas será somente para idosos e profissionais de saúde. As equipes da Semsa, junto com a Susam estão identificando os idosos e fazendo, assim, a vacinação deles para evitar o contágio em aglomerações", destacou o Tobias.

    Coronavirus