Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Governo do AM decreta calamidade pública e anuncia medidas econômicas

    Wilson Lima anunciou medidas econômicas e ações do Governo de combate ao coronavírus

    Governador Wilson Lima durante coletiva
    Governador Wilson Lima durante coletiva | Foto: Divulgação

    Manaus – Na tarde desta segunda-feira (23), às 17h, o governador do Estado do Amazonas Wilson Lima decretou durante coletiva de imprensa, concedida por meio das redes sociais oficiais do Governo, estado de calamidade pública devido a pandemia do coronavírus (Covid-19). Durante pronunciamento, Wilson Lima anunciou medidas econômicas para enfrentar os efeitos econômicos como a disponibilização de R$ 40 milhões para micro e pequenas empresas por meio da Agência de Fomento do Amazonas (Afeam).

    O governador explicou que teve uma reunião com o presidente da república Jair Bolsonaro, comitiva e governadores da Região Norte e que foram liberados para estados e municípios o valor de R$ 88 bilhões.

     “O Governo Federal tomou seis medidas que nos ajudarão muito a enfrentar essa fase. Já apresentei ao pleito a desvinculação de algumas receitas do Sistema Único de Saúde (SUS) que já estão depositadas para que possamos usar em combate ao coronavírus. Solicitei também que recursos de pesquisa e desenvolvimento de empresas sejam usados nesta causa e pedi ao ministro da Infraestrutura que instale regulamentos para o trânsito de passageiros pelas estradas, com objetivo de evitar que a doença chegue ao interior do Amazonas”, explicou Lima.

    Medidas

    O governo anunciou que colocou os técnicos de saúde do Estado a disposição da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para que as equipes possam entrar nos aeroportos, realizar a abordagem dos passageiros e fazer a triagem, desta forma podendo identificar a origem dos passageiros e monitorar casos do Covid-19.

    A partir do decreto estabelecendo estado de calamidade pública no Estado, o governo determinou que todo o comércio, estabelecimentos voltados para lazer e recreação sejam fechados. Com exceção dos serviços essenciais, como supermercado, padaria e açougue.

    Para indústria, a determinação é seguir regras da Anvisa e da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS), como condutas de higiene e monitoramento. Também está suspenso o funcionamento de clínicas e de consultórios médicos, veterinários e odontológicos, com exceção de atendimentos de urgência e emergência.

    Home Office

    Todos os serviços realizados por servidores do Estado serão feitos por sistema home office. Os funcionários irão trabalhar em casa, exceto áreas como saúde e segurança pública. Cada secretaria irá definir como será feito de acordo com as necessidades.

    “Quero ressaltar o trabalho dos profissionais da área de saúde. Tenho que reconhecer o trabalho dos maqueiros, serviços gerais e todos que têm trabalhado diuturnamente para combater o coronavírus”, destacou Lima.

    Economia

    Wilson Lima também anunciou um pacote para ajudar micro e pequenas empresas e cidadãos vulneráveis. O estado disponibilizará nos próximos dias R$ 40 milhões por meio da Afeam e os recursos serão para capital de giro.

    Um programa de distribuição de renda também está sendo estruturado e deverá beneficiar 50 mil famílias de baixa renda com o valor de R$ 200 mensais pelo período de três meses.

    “Solicitei ao Programa Estadual de Proteção e Orientação do Consumidor do Amazonas (Procon-AM), o contato com empresas de telefonia, água e luz, para que prazos de pagamentos sejam estendidos e que não sejam realizados cortes por falta de pagamento nesse momento difícil. Estou encaminhando para a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) um projeto para criação do fundo de combate a epidemias, para receber doações de pessoas físicas e jurídicas”, explicou.

    Pesquisas

    A partir de terça-feira (24), o Governo do Amazonas autorizou a pesquisa do uso do medicamento hidroxicloroquina para combate ao Covid-19.

    “Essa pesquisa será feita pela Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Secretária de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), FVS e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Esse trabalho será executado no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz e esses testes iniciam amanhã”, anunciou Wilson Lima.

    Para concluir, o governador pediu a colaboração da população para que evite circulação e aglomerações. “Vamos ter consciência e cada um fazer a sua parte”. 

    Coronavirus