Fonte: OpenWeather

    Covid-19


    "Não vamos identificar quem está com coronavírus', diz diretora da FVS

    O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (23) pelo secretário estadual de saúde Tobias

    Foi realizada coletiva digital pela diretora-presidente Rosemary Pinto e o pelo secretário estadual de saúde Rodrigo Tobias | Foto: Divulgação

    Manaus - A diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto, durante coletiva, reafirmou que os profissionais da saúde vão manter o sigilo das identidades dos pacientes infectados no Amazonas.

    “Não será informado quem são as pessoas que estão infectadas em Manaus. Para os mesmos não sofrerem discriminação por conta do vírus”, explicou.

    Após a atualização dos novos casos de  Covid-19 no estado do Amazonas, o secretário estadual de saúde, Rodrigo Tobias, anunciou que o Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Delphina Rinaldi Abdel Azil, desde o início da semana, será exclusivo no tratamento e diagnóstico de pacientes infectados com o coronavírus. 

    O hospital é situado na avenida Torquato Tapajós, bairro Tarumã, zona Norte de Manaus. O HPS que antes realizava atendimentos para os moradores da zona Norte e de bairros adjacentes, realizando serviço de urgência e emergência, inclusive cirurgias, será o hospital de referência no tratamento. 

    “Antes, o Delphina estava apenas com uma parte reservada para tratar da Covid-19, e seguia com os atendimentos normais. Agora, está reservado apenas para o combate da pandemia”, afirmou o secretário.

    Números de infectados no AM

    No relatório desta segunda-feira (23), são confirmados 32 casos de pessoas infectadas, 29 pacientes em isolamento domiciliar e social, 20 casos estão sendo investigados e três casos de pacientes internados em tratamento da doença. A informação veio por meio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS)

    “Entre os pacientes infectados temos um do município de Parintins, e quatro profissionais da saúde também estão infectados. Eles são médicos, mas não adquiriram o vírus aqui em Manaus. Todos viajaram e foram infectados fora do Estado”, disse a presidente-diretora da FVS.

    Máscaras 

    Questionados tanto pela imprensa local, quanto pelos amazonenses que estavam acompanhando a live, os líderes governamentais falaram sobre o uso de máscaras.

    “Todos os profissionais da saúde que estão trabalhando com os pacientes infectados estão usando máscaras do modelo N-91 para evitar contaminações. Contamos inclusive com uma empresa do distrito industrial que está fabricando com agilidade novas máscaras. Não se preocupem”, explicou Rosemary.

    Rodrigo Tobias encerrou a live pedindo para “não provocar pavor no estado do Amazonas”. Assista a live completa.