Fonte: OpenWeather

    Desabamento


    Casas desabam no Grande Vitória e moradores perdem tudo

    Duas casas registraram desabamento e outras casas foram tomadas pela lama. Moradores perdem móveis, roupas e documentos

    Duas casas desabaram
    Duas casas desabaram | Foto: Suyanne Lima

    Manaus - Durante a forte chuva desta segunda-feira (23), moradores da rua Carauari, na comunidade das Pedras, no bairro Grande Vitória, na Zona Leste de Manaus, tiveram as casas invadidas por lama, sendo que duas delas registraram desabamentos de cômodos. Os moradores perderam móveis, eletrônicos, documentos e roupas. No semblante das vítimas, o alívio por terem sobrevivido e a tristeza de saber que vão lutar novamente para reconquistar o que a chuva levou.

    Uma das proprietárias das casas atingidas é a dona de casa Helena Santos, que estava dormindo no quarto acompanhada da filha de 22 anos e da cachorrinha de estimação. Por volta de 6h, elas acordaram com os latidos do animal e só tiveram tempo de sair do quarto para a sala. A casa foi tomada pela água. Em poucos instantes, elas presenciaram o quarto e a cozinha da casa desabando.

    “Minha cozinha, meu banheiro, foi tudo embora. Só senti a água entrando. Moramos aqui há 20 anos e isso nunca tinha acontecido. Isso é culpa da obra de uma empresa privada. É muito difícil ver tudo o que você lutou para construir indo embora”, disse Helena.

    A vizinha de Helena, a dona de casa Marta Lima, de 43 anos, acordou com os pedidos de ajuda da vizinha e saiu de casa para ajudar. Ao retornar para a residência, constatou que o quarto dela também havia desabado.

    “Sai para ajudar a vizinha e, muito rápido, o meu quarto também desabou. Somos cinco pessoas e, graças a Deus, ninguém estava no cômodo quando cedeu. Perdemos quase tudo”, lamentou a dona de casa.

    Jean Oliveira perdeu tudo
    Jean Oliveira perdeu tudo | Foto: Suyanne Lima

    Do outro lado da rua, cerca de sete casas foram atingidas pela água e pelo barro. Essas casas já tinham passado pela mesma situação, na última quinta-feira (19). Dessa vez, Jean Oliveira de 48 anos perdeu tudo. A água ultrapassou o aparelho de televisão da casa dele.

    “Não sobrou nada, perdi absolutamente tudo da minha casa. Nem sei o que fazer daqui pra frente. É muito triste passar por isso”, disse.

    Asfalto cedeu

    O asfalto da rua Alenquer cedeu
    O asfalto da rua Alenquer cedeu | Foto: Suyanne Lima

    Na rua Alenquer, naquele mesmo bairro, o asfalto cedeu com a chuva e moradores denunciam a construção de uma galeria de uma empresa privada como a causa dos alagamentos.

    “Isso é resultado da construção dessa galeria. Moramos aqui há anos e nunca alagou antes. Muitas pessoas que moram aqui ainda nem chegaram do trabalho para ver os estragos. Estamos preocupados porque já é a segunda vez que isso acontece. Já me reuni com os responsáveis dessa empresa e eles não assumem nenhuma responsabilidade. As famílias perderam tudo”, argumentou Carlos Noronha, presidente da comunidade.

    Obra denunciada
    Obra denunciada | Foto: Suyanne Lima

    Equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBM-AM) estiveram no local e realizaram o cadastramento das vítimas. Nas casas que tiveram desabamento, os moradores foram orientados a deixar o imóvel até que seja feita uma análise da Defesa Civil. 

    As pessoas que quiserem fazer doação de roupas, alimentos e móveis para os atingidos podem entrar em contato com o número (92) 99322-1899.