Fonte: OpenWeather

    Falta de energia


    Quarentena em Manaus tem falta de energia, água e internet

    Desde o último domingo (22), quando milhares de amazonenses passaram a trabalhar home office, está acontecendo queda de energia

    | Foto: Divulgação

    Manaus -  Diante de todas as limitações do Ministério da Saúde para conter a proliferação do coronavírus no Brasil, os manauenses ainda estão passando por um dilema desde o último domingo (22): o forte calor. Há mais de 48h teve início uma série de interrupções na rede elétrica da cidade, que deixa milhares de cidadãos sem energia elétrica - sem aviso prévio - de surpresa. 

    O problema afeta ainda o sistema de distribuição de água e gera oscilações no sinal de internet de fibra ótica e móvel.

    Nesta terça-feira (24), quase 48h após o primeiro apagão, que deu início à série de interrupções até agora, a empresa Amazonas Energia, responsável pelo fornecimento de energia na capital amazonense, informou que, por volta das 11h50, “houve interrupção total do fornecimento de energia em Manaus, Iranduba, Manacapuru e Presidente Figueiredo, provocado por desligamento intempestivo das linhas de 500 kV do Sistema Interligado Nacional (SIN), no trecho Silves / Manaus”.

    A empresa ressaltou que “o sistema está sendo recomposto gradativamente pelas equipes e a previsão é que em 30 minutos o fornecimento de energia seja normalizado em sua totalidade”. 

    Apesar das respostas, diversos bairros em todas as zonas de Manaus continuam sem energia há mais de uma hora. 

    O problema desta fez afeta não apenas a micro e pequena empresa (o mercadinho, o açougue ou a padaria nos bairros da cidade) como também os trabalhadores que estão em quarentena, em casa, atuando serviços em formato de home office. A medida foi adotada por inúmeras empresas com base nos últimos casos de Covid-19 detectados no Amazonas.

    No último balanço, divulgado pela Fundação de Vigilância e Saúde (FVS), na tarde desta terça-feira (23), o Estado registrou 47 infectados pelo coronavírus. Na lista de casos estão uma criança e um idoso de 83 anos.

    Para quem trabalha home office, na maioria dos casos, é necessário o acesso à internet, que, pelas constantes interrupções na rede elétrica, também acaba prejudicado. Ou seja, em tempos de quarentena sem energia elétrica, internet de fibra ótica? Nem pensar em Manaus.

    Na problemática entram também as empresas de telefonia móvel, que têm o sinal de dados móveis afetado nas torres de transmissão.

    Primeiro posicionamento da empresa foi há aproximadamente 48 horas

    Na tarde do último domingo (22), a Amazonas Energia justificou aos clientes que às 14h31 “houve interrupção total do fornecimento de energia em Manaus, Iranduba, Manacapuru e Presidente Figueiredo, provocado por desligamento intempestivo das linhas de 500 kV do Sistema Interligado Nacional (SIN)”.

    Conforme a concessionária, a recomposição do sistema teve início a partir das 15h17, quando a empresa reforçou que  “95% da energia havia sido restabelecida naquele horário”.

    Todas as estações de água desligadas 

    Em nota enviada à imprensa no início da tarde desta terça-feira (24), a empresa Águas de Manaus justificou que, devido ao blecaute que deixou a cidade sem energia elétrica na manhã desta terça-feira (24), a produção e distribuição de água tratada foram afetadas em todas as regiões da capital.

    Conforme a empresa, as quatro estações de tratamento de água da capital (Ponta do Ismael I e II, Ponta das Lajes e Mauazinho) e todos os Centros de Produção de Água Subterrânea (CPAS) administrados pela concessionária foram desligados.

    Ainda segundo a Águas de Manaus, ainda não há prazo de restabelecimento por parte da concessionária de energia elétrica. “Bairros em toda a cidade de Manaus podem apresentar oscilações no abastecimento de água nas próximas horas”, reforça a empresa.

    A Águas de Manaus pede que as pessoas façam o uso consciente da água neste período e seguirá trabalhando para normalizar a situação no menor tempo possível e informará o prazo de restabelecimento no decorrer do dia. 

    Assista à reportagem da TV Em Tempo:

    Confira a reportagem | Autor: Alex Costa/ TV Em Tempo