Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    BR-174 e transporte fluvial são suspensos por conta do coronavírus

    Além da BR-174, a passagem pela BR-319 também está fechada, conforme informações da FVS

    No Amazonas, por ordem judicial, também foi suspenso o fluxo fluvial | Foto: Divulgação

    Manaus- Nesta terça-feira (24), durante a coletiva digital, foi anunciado que todo o tráfego na BR-174 e 319 estão suspensos, isso inclui o transporte fluvial do estado do Amazonas. De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) a orientação veio durante esta segunda-feira (23) por meio da Agência Nacional de Vigilância (Anvisa).

    A Anvisa informou que todo o tráfego interestadual e intermunicipal no Distrito Federal e em outros estados, são responsabilidade de cada um. Devido a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) emitida pela Agência, a FVS concordou em impedir o fluxo. As medidas foram tomadas com o objetivo de não propagar o vírus no país.

    No Amazonas, por ordem judicial, também foi suspenso o fluxo fluvial. A ideia é que ninguém entre e nem saia do estado. As medidas entram vigor a partir desta quarta-feira (25).

    “Nosso intuito é evitar o fluxo de pessoas e aglomerações, com o objetivo de conter o máximo possível a transmissão do vírus. Estamos tomando medidas pertinentes e necessárias para manter o isolamento social das pessoas”, explicou a diretora-presidente da FVS, Rosemary Pinto.

    47 casos confirmados no Amazonas

    Em menos de 24h, foram detectados 15 novos infectados segundo o relatório diário da FVS.  Os dados oficiais são  47 casos confirmados, 15 em análise e cinco pacientes internados. Entre os casos confirmados, dois pacientes são do município de Parintins. 

    Dos internados, dois estão internados no Hospital Dhelphina Aziz, e os outros três seguem internados na rede hospitalar privada. 

    A faixa etária das pessoas que estão aguardando as investigações para saber se estão com o coronavírus varia entre  39 e 43 anos. O paciente de 88 anos segue internado. 

    Sobre o trabalho da Susam

    Por motivos de doença respiratória, o secretário estadual da saúde, Rodrigo Tobias, não pode realizar a live desta terça. Representado por Daina Mejia, que exerce a função de secretaria  executiva adjunta de Assistência Especializada da capital. 

    Na ocasião Daiana explicou como tem sido o trabalho da Susam para com os pacientes que seguem internados na rede púbica do estado. “Os pacientes que estão internados no hospital Delphina Aziz seguem na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) mas o estado de saúde é estável. Os dois estão recebendo tratamento com hidroxicloroquina, e a partir de segunda-feira vamos começar a fazer os testes e ver como os pacientes estão reagindo com a medicação”, contou Daiana.

    A mensagem final, segue com o apelo dos servidores governamentais da saúde: FICA EM CASA. Assista abaixo a coletiva completa.