Fonte: OpenWeather

    Refúgio fora da capital


    Em meio à pandemia, amazonenses buscam refúgio fora da capital

    Embora haja a diminuição do número de viajantes nos últimos meses, muitos manauaras buscam refúgio em locais isolados e longe da capital

    Os municípios mais procurados são Itacoatiara, Iranduba, Manacapuru e Presidente Figueiredo | Foto: Divulgação

    Manaus - Como medida para evitar grandes aglomerações na cidade grande, alguns amazonenses buscam refúgio nas regiões metropolitanas e municípios do interior do Estado do Amazonas. Embora seja uma realidade, o número de viagens para o interior com relação ao ano passado é menor por conta do Covid-19.

    De acordo com a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam), desde o início do mês de março, cerca de 21.792 pessoas utilizaram o transporte regular intermunicipal de passageiros, na Rodoviária Huascar Angelim de Manaus, localizada na avenida Djalma Batista, Flores. O número divide-se em 18.608 pagantes e 3.184 gratuidades. Os veículos foram um total de 1.029.

    O órgão alega que houve uma diminuição significativa nos números por conta do Covid-19, comparado ao mesmo período dos meses anteriores, sendo 36% de queda em relação aos veículos, 27% em relação aos pagantes e 35% em relação às gratuidades.

    Manauaras buscam municípios distantes da capital para permanecer em quarentena
    Manauaras buscam municípios distantes da capital para permanecer em quarentena | Foto: Janailton Falcão

    Entre os municípios mais procurados continuam sendo Itacoatiara, Iranduba, Manacapuru e Presidente Figueiredo. Até a manhã de quarta-feira (25), a rodoviária estava em funcionamento. As recomendações eram de limitação da lotação dos veículos em até 70% da capacidade máxima.

    A universitária Eduarda Sales, de 23 anos, é uma das que procurou refúgio longe da capital. “Estou na casa da minha no Iranduba. Nesse momento tão complicado, que estamos vivendo, o melhor é ficar perto de nossas famílias. Além disso, me sinto mais segura longe da cidade. Tenho certeza que isso irá passar logo, mas para isso precisamos fazer nossa parte. Ficar em casa e tomar todos os cuidados de prevenção”, alertou a jovem.

    Os transportes de passageiros em pé nos ônibus, de características urbanas, são vetados, além do reforço na higiene e segurança dos veículos, e a orientação dos colaboradores e passageiros no uso de equipamentos de proteção individual.

    A rodoviária está funcionando com recomendações contra aglomerações
    A rodoviária está funcionando com recomendações contra aglomerações | Foto: Divulgação

    Casos no interior

    Dos 62 municípios do interior do Amazonas, Parintins é único com registros de casos. Um dos pacientes foi a primeira vítima fatal da doença do Estado. Geraldo Savio da Silva, de 49 anos, morreu no início da noite de terça-feira (24), no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na Zona Norte de Manaus.

    Ao todo, segundo o último boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), o Amazonas tem 47 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) e 15 em investigação, além do registro da primeira morte.