Fonte: OpenWeather

    Desaparecido


    O corpo do peixeiro Silvio de Castro segue desaparecido no Rio Negro

    O possível local onde o corpo foi procurado possui aproximadamente 46 metros de profundidade

    O homem foi vítima de piratas do rio
    O homem foi vítima de piratas do rio | Foto: Divulgação

    Manaus- As buscas dessa quarta-feira (22) pelo corpo de Sílvio de Castro da Silva, desaparecido nas águas do rio Negro, após ataque de supostos "piratas",  foram encerradas nesta quarta-feira (22), sem sucesso. A equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) seguiu a procura do peixeiro durante todo o dia, nas proximidades da balsa amarela, situada no bairro Educandos (Zona Sul). A assessoria do CBMAM informou que retomam a procura nessa quinta (24).

    O desaparecimento aconteceu na madrugada desta quarta-feira (22), após a embarcação em  que ele estava ter sido abordada por outra de pequeno porte, nas proximidades da balsa amarela. 

    De acordo com informações dos Bombeiros, "piratas", que estavam em uma embarcação, se aproximaram de outro barco, onde estavam dois peixeiros e anunciaram o assalto. As vítimas se jogaram no rio Negro, mas somente um conseguiu chegar à margem e pisou em terra firme.

    O Corpo de Bombeiros foi acionado, por meio do pelotão fluvial, por volta das 6h15. A equipe chegou no local com três mergulhadores e constatou que o local, onde provavelmente o homem caiu, mede aproximadamente 46 metros.

    Veja o vídeo das buscas:

    | Autor: