Fonte: OpenWeather

    COVID-19


    Manaus recebe drive-thru para teste de coronavírus

    Serviço permite que o paciente faça o teste para a Covid-19 sem sair do carro e com contato reduzido com colhedor

    Serviço está sendo oferecido na avenida das Torres, nº 830, bairro Aleixo, Zona Centro Sul de Manaus | Foto: Divulgação

    O Sabin Medicina Diagnóstica lançou, nesta semana, o sistema drive-thru para coleta do exame de detecção do novo coronavírus.  Serviço está sendo oferecido na avenida das Torres, nº 830, bairro Aleixo, Zona Centro Sul de Manaus.

    Atendimento permite que o paciente faça o teste para a Covid-19 sem sair do carro e com contato reduzido com colhedor, semelhante ao modelo adotado na Coreia do Sul. A coleta é feita via swab, com um cotonete que colhe fluido nasal do paciente.

    "Estamos empenhados em oferecer maior comodidade aos nossos clientes, facilitando e ampliando o acesso deles para a realização do exame, explica a presidente do Sabin, Lídia Abdalla.

    Para o atendimento nessa modalidade, o primeiro passo é realizar cadastro na loja online (e-commerce), disponível no site sabin.com.br/drivethru. O sistema permite ao paciente escolher o turno de coleta (manhã ou tarde), anexar o pedido médico e realizar o pagamento em cartão de crédito. A partir daí, é gerado um QR Code (voucher), o qual deverá ser apresentado no drive-thru para realização da coleta.

    "A coleta é simples e rápida, e o teste segue a metodologia PCR, com prazo de entrega de até 6 dias úteis para Manaus. No drive-thru, também é imprescindível a apresentação do pedido médico. Esta é uma recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), e estamos realizando o teste apenas em indivíduos sintomáticos que possuem indicação médica", explica a gestora regional do Sabin no Amazonas e Roraima, Ana Pedra.

    Os laudos e resultados também são disponibilizados no site, protegidos por login e senha. Além desse novo canal de atendimento, o Sabin segue realizando o teste por meio da coleta domiciliar ou em unidades hospitalares.

    *Com informações da Assessoria