Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Defensor comenta medidas de combate à Covid-19 no Amazonas

    Rafael Barbosa comenta colapso da saúde no Estado

    | Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo

    Rafael Barbosa é natural de Aracaju (SE), possui titulação de mestre e doutor em Relações Sociais
    Rafael Barbosa é natural de Aracaju (SE), possui titulação de mestre e doutor em Relações Sociais | Foto: WEB TV Em Tempo

    Manaus - Em entrevista ao programa Papo Franco, apresentado pela jornalista Tatiana Sobreira, o Defensor Público do Amazonas, Rafael Barbosa, discutiu a questão do contraste de dados sobre óbitos por covid-19 no Estado e as medidas que têm sido desenvolvidas nos municípios mais distantes. 

    Rafael Barbosa é natural de Aracaju (SE), possui titulação de mestre e doutor em Relações Sociais. Atualmente, ele exerce o cargo de Defensor Público do Estado e está no segundo mandato. 

    A primeira provocação proposta por Tatiana diz respeito à discrepância nos dados de óbitos por Covid-19. Os números de morte divulgado por cartórios e cemitérios são alarmantes, chegando a mais de 100 por dia. Em contrapartida, os números oficiais reportam bem menos.

    Sobre isso, Rafael esclareceu que o principal motivo dessa diferença é a falta de testes que impossibilitem que muitos infectados sejam enterrados sem um laudo técnico completo.  

    A situação nos municípios, principalmente nos mais distantes, é ainda mais preocupante. Os serviços são ainda mais reduzidos e a transferência de pacientes para capital deixou de ser uma possibilidade, devido o colapso do sistema de saúde da capital. 

    População indígena

    Para além da população das cidades do Estado, os órgãos têm tido desafios em conter o avanço da doença nas comunidades tradicionais indígenas. 

    O doutor revela que, recentemente,foi notificado pela Defensoria do estado do Acre sobre casos de covid-19 em comunidades originárias e denúncias sobre desacato à autoridade dos caciques. 

    Rafael ressalta que a relação com os povos tradicionais é complexa e requer muitos cuidados, por isso, pretende articular medidas de combate em parceria entre governos e instituições a fim de garantir apoio e estrutura para que eles possam resistir em segurança. 

    Entenda mais sobre a atuação da Defensoria Pública do Amazonas (DPE-AM) no programa Papo Franco:

    | Autor: Tatiana Sobreira/ WEB TV Em Tempo
     

    *Colaborou Web TV Em Tempo/ Tatiana Sobreira