Fonte: OpenWeather

    Esclarecimento


    'Não há decreto estadual estabelecendo lockdown', afirma Governo do AM

    Os áudios compartilhados em redes sociais diziam que Wilson Lima iria decretar fechamento total do comércio no Amazonas como medida contra a Covid-19, mas a informação não procede

    A notícia é falsa diz Governo do Estado do Amazonas
    A notícia é falsa diz Governo do Estado do Amazonas | Foto: Lucas Silva

    Manaus – Após circulação de áudios pelas redes sociais, na segunda-feira (27), com uma espécie de “lockdown”, fechamento completo do comércio no Amazonas, o Governo do Estado emitiu uma nota esclarecendo sobre o assunto que já dividia a opinião dos amazonenses.

    A história começou por meio da cogitação do jornal espanhol “El país” onde em entrevista, Wilson Lima teria afirmado que com o avanço da circulação do vírus no Amazonas teria que avaliar outras medidas necessárias.

    De acordo com o jornal, Wilson Lima estaria correndo contra o tempo para que a situação de saúde não tomasse outras piores proporções, tendo em vista a ocupação de 90% doa leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

    A nota esclarece que a informação trata-se de Fake News e qualquer alteração será emitida pelos canais oficiais do Governo do Estado do Amazonas. 

    Veja a nota de esclarecimento:

    Nota de esclarecimento sobre medidas de isolamento social

    O Governo do Amazonas esclarece que não há decreto estadual estabelecendo “lockdown”, com fechamento de todos os serviços essenciais, como tem sido propagado em áudios, com conteúdo falso, em redes sociais.

    Esclarece, ainda, que qualquer medida de ampliação de restrição não implicará desabastecimento de itens essenciais à população, como alimentos, materiais de higiene e limpeza e medicamentos, entre outros.

    Por fim, o Governo do Amazonas informa que qualquer mudança nas medidas de distanciamento social será informada amplamente em canais oficiais do Estado. Dessa forma, pede à população que não acredite em fake news.

    Casos no Amazonas

    Foram  registrados, até segunda-feira (27), segundo boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), 3.928 casos confirmados do novo Coronavírus. Ao todo são 320 mortes no estado. Mais de 2 mil pessoas permanecem em isolamento familiar e mais 52 pessoas saíram do período da transmissão do vírus, contabilizando 1.272 pacientes recuperados. 

    Além da capital, 47 municípios já têm casos confirmados, entre eles: Manacapuru (278); Iranduba (98); Itacoatiara (84); Parintins (80); Tabatinga (73); Carauari (66); Santo Antônio do Içá (61); Maués (56); Coari (36); Presidente Figueiredo (34); São Paulo de Olivença e Careiro Castanho com 30 casos cada; Autazes (26); Tefé (22); Amaturá e Benjamin Constant com 19 casos cada; Anori, Lábrea e Tonantins com 18 casos cada; Rio Preto da Eva (17); Tapauá (16); Manaquiri (11); Maraã (8); Beruri e Urucará com 7 casos cada; Silves (6); Careiro da Várzea e Novo Aripuanã com 5 casos cada.

    Os municípios de Boca do Acre, Nova Olinda do Norte e Santa Isabel do Rio Negro têm 4 casos cada; Borba, Itapiranga, Jutaí e Manicoré têm 3 casos cada; e Barcelos, Canutama, Codajás, Humaitá, Novo Airão e Urucurituba têm 2 casos cada.

    Assista ao Web TV News - 2ª edição, que foi ao ar nesta segunda-feira (27) na Web TV Em Tempo:


    Confira dicas de prevenção ao coronavírus:

    Coronavirus

    >