Fonte: OpenWeather

    Especial coronavírus


    Em meio à pandemia, aniversários são comemorados à distância em Manaus

    Veja as histórias e comemorações de amazonenses que, de forma responsável, celebraram a vida durante o isolamento social

    A diversão com os convidados foi garantida por meio de plataformas utilizadas na web
    A diversão com os convidados foi garantida por meio de plataformas utilizadas na web | Foto: Arquivo pessoal

    Manaus – Em época de isolamento social por conta da pandemia do novo coronavírus, amazonenses não deixaram a data mais importante da vida passar em branco. De forma responsável, alguns comemoraram seus aniversários à distância. E mesmo longe, a diversão foi garantida já que os convidados marcaram presença por meio das plataformas digitais. 

    A auxiliar de vendas Ena Cássia Pires fez aniversário no dia 15 de abril e, neste ano, ela havia planejado comemorar seus 23 anos em um local especial. Ela e o namorado, o professor universitário André Fernandes, de 28 anos, pretendiam alugar uma casa de eventos, com direito à piscina, banda ao vivo, churrasco e a presença de amigos e familiares. Só que os planos tiveram que ser cancelados após o decreto de quarentena.

    Aniversariante e os familiares presentes ainda se preveniram usando máscaras
    Aniversariante e os familiares presentes ainda se preveniram usando máscaras | Foto: Arquivo pessoal

    Cássia mora na casa do namorado, junto com a sogra e a cunhada. No dia da festa, ela resolveu fazer uma pequena celebração com a participação dos moradores da residência. No meio da comemoração, ela decidiu convidar amigos e parentes para participarem, só que de forma virtual.

    “Primeiro pensamos em desistir, porém era um momento muito importante. Foi quando decidimos fazer uma pequena ornamentação, com um bolinho e salgados. Quando tudo ficou pronto surgiu, a ideia de fazer uma chamada de vídeo com todos da família. No início pensamos em usar o WhatsApp, mas nele não dá para muita gente participar. Então, o meu namorado instruiu todo mundo a usar a plataforma Google Meet, onde conseguimos reunir mais convidados. Colocamos o notebook em cima do bebedouro, na cozinha, e todos assistiram e participaram da festa. Foi muito divertido”, relatou a aniversariante. 

    Veja como foi a festa virtual de Ena Cássia | Autor: Arquivo pessoal
     

    Em um período difícil, onde muitos convivem com a ociosidade, o casal explicou que o momento proporcionou alegria para todos os participantes da festa virtual.

    “Foi diferente em todos os sentidos. Nós eramos acostumados com as pessoas por perto e ter os abraços deles nesses momentos felizes. Porém, ver todos por uma tela, mesmo estando longe, foi gratificante. Cantar os parabéns se tornou um desafio e foi bastante engraçado, pelo fato de interagir com um notebook. Rimos bastante”, contou Ena Cássia.

    Além da comemoração, a atitude do casal também foi um ato para salvar vidas, levando em conta a facilidade para o contágio do coronavírus, que já infectou mais de cinco mil amazonenses e causou mais de 400 mortes no Estado, conforme o último boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

    “Temos que respeitar o distanciamento social e fazer comemorações de forma segura. Isso nos permite proteger quem amamos”, enfatizou André Fernandes.

    Castelo Virtual

    Fantasiada de princesa, Eva Desiderio, comemorou seus 3 anos ao lado dos pais e das duas irmãs mais velhas. A festa aconteceu, no dia 22 de abril, dentro do apartamento da família, localizado em um condomínio no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus. Mas a festa não foi solitária, muitos parentes e amigos que estavam em outros bairros da capital puderam cantar e até dançar na festinha da pequena.

    Eva se divertiu ao lado dos convidados online
    Eva se divertiu ao lado dos convidados online | Foto: Arquivo pessoal

    A família da aniversariante tem cumprindo seriamente as medidas de prevenção, já que parte da família tem complicações na saúde. Considerando os riscos, a mãe da aniversariante, a empresária Rosa Desiderio, 42, explicou que não houve planejamento. Ela preferiu optar pela segurança.

    “Devido à pandemia e muitas alertas por parte do governo, tínhamos consciência de que seria arriscado fazer a comemoração com aglomerado de pessoas. Para não passar em branco, nós resolvemos fazer a festa virtual”, contou.

    Eva não estranhou o novo estilo de comemoração, ela - que naturalmente já se diverte com as irmãs por meio de vídeos - entrou no clima.

    “Ela estava muito feliz, pulou, brincou como se estivesse em um aniversário normal. Foi divertido e diferente”, disse a mãe.

    Veja como foi a festa virtual da princesa Eva | Autor: Arquivo pessoal
     

    A família usou o WhatsApp e aplicativo Zoom para interagir com os convidados. E na hora do parabéns virtual, a pequena fez poses para os parentes que estavam na tela dos celulares.

    “A alegria dela abrilhantou a festa, riamos a cada momento. Quando chegou a hora dos parabéns, momento que todos cantaram juntos, a alegria foi completa. Ela pediu para repetir os parabéns várias vezes. Tivemos que acender a velinha aproximadamente três vezes e foi muito engraçado”, relatou a mãe da princesa Eva.

    A empresária falou também sobre a importância de ficar em casa e cuidar da família. “Se as pessoas tiverem que trabalhar, se previnam. Não deixem quem mora com você sair sem necessidade. Cada um deve zelar pelo outro e logo tudo isso vai passar. Logo voltaremos para nossas rotinas”, pontuou.

    Conexão Norte, Nordeste e Sudeste  

    Os 2 anos da Aurora Vital foi celebrado de modo simples, mas muito especial. A festa virtual, realizada no dia 21 de abril, contou com a participação de familiares até de outros estados. A pequena, que é filha de uma cearense e de um amazonense, se divertiu ao lado dos pais na residência da família, localizada no bairro Flores, Zona Centro-Oeste de Manaus.

    A comemoração teve também a presença online de amigos e outros parentes que moram na Bahia, Ceará e São Paulo.  

    A aniversariante ao lado do pai e convidados que participaram de outros Estados
    A aniversariante ao lado do pai e convidados que participaram de outros Estados | Foto: Arquivo pessoal

    A mãe de Aurora, a assistente social Lucy Vital, explicou que o esposo é policial militar e atua diariamente nas ruas da capital. Como forma de prevenção e cuidado, o casal decidiu fazer uma homenagem simples para a filha.

    “Infelizmente não podíamos chamar nem os padrinhos dela, que são os que moram mais próximo. Já tinha encomendado o bolo para bater os parabéns. Quando foi perto das 18h, a madrinha dela ligou e deu a ideia de fazermos a comemoração pelo Zoom. Enviamos convites para os parentes do meu esposo que moram em Manaus e para minha família de Fortaleza, mas também estiveram presentes amigos próximos de Salvador e São Paulo. Agendamos para às 19h30 e todos participaram online”, disse a mãe da aniversariante.  

    Veja como foi a festa virtual da pequena Aurora | Autor: Arquivo pessoal
     

    Lucy contou, ainda, que a filha ficou encantada e para família foi gratificante viver aquele momento.

    “Foi incrível ver a interação dela. Mesmo tão pequena, ela tentou conversar com todos e chamou os primos pela tela. A felicidade dela foi transmitida para todos. Até meu pai que não tem habilidade com a tecnologia, conseguiu participar”, lembrou a mãe.

    A assistente social falou sobre a experiência que viveu e aprendizado que adquiriu.

    “A gente não precisa fazer uma festa mirabolante para fazer a criança feliz, e temos que valorizar a família. Elas precisam enxergar a importância do isolamento social. Nesse momento que ainda não há vacina para o novo coronavírus e o tratamento tem caminhado em passos lentos, a gente não sabe ao certo qual o método mais eficaz. Por enquanto, a melhor forma de evitar essa doença é ficando em casa”, concluiu. 

    Coronavírus no Amazonas

    O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Amazonas cresce diariamente e com número recorde de novos doentes o Estado tem chamado a atenção do mundo. Um levantamento divulgado pelo Imperial College de Londres mostrou que o Brasil tem a maior taxa de contágio do coronavírus do mundo. O índice nacional é de 2,8 – ou seja, cada pessoa infectada pelo SARS-Cov-2 transmite a doença para quase três pessoas. 

    Coronavirus