Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Cristãos oferecem conforto espiritual em cemitério de Manaus

    No Cemitério Nossa Senhora Aparecida, devidamente equipamentos, cristãos levam palavras de conforto para quem estava no local

    Com palavras de conforto, religiosos levam paz a parentes das vítimas | Foto: Beathriz Torres / Semcom

    Manaus - Ao longo deste sábado (2), populares que estiveram no cemitério Nossa Senhora Aparecida, no Tarumã, zona Oeste, para sepultar os entes queridos, assim como funcionários do local, puderam contar com palavras de esperança e conforto, além de abençoar os seus mortos. Um revezamento entre padres da Arquidiocese de Manaus, e também de pastores e missionários, teve início neste sábado, no cemitério Tarumã, administrado pela Prefeitura de Manaus.

    Devidamente protegidos e equipados com máscara, capacete de proteção e álcool em gel para higienizar suas mãos, os religiosos fizeram preces, benzeram e proferiram palavras de consolo aos usuários do cemitério, mantendo o distanciamento, para evitar o contágio pelo novo coronavírus, causador da Covid-19.

    "Expressamos nossa solidariedade às famílias, celebramos a esperança na vida que ressuscita, na vida que continua. Além disso, tudo aquilo que é recomendado pelas autoridades de saúde, nós estamos seguindo, e com relação às famílias, proclamamos o evangelho respeitando a decisão de cada um”, destacou o padre Amarildo Luciano.

    Famílias que sepultavam entes queridos e funcionários presentes no cemitério agradeceram a presença dos religiosos. Na ocasião, o pastor Francimar Pontes também exaltou os trabalhos das equipes que vem atuando no campo santo.

    "A chegada da igreja me alegra o coração, é bom saber que a Arquidiocese de Manaus mandou seus missionários para confortar essas pessoas, temos a oportunidade de transformar esse lugar em um vale de solidariedade e esperança, por meio da fé. Seguimos também os procedimentos necessários, a Prefeitura de Manaus está de parabéns, todos tem seguido os procedimentos, os profissionais estão sempre equipados e transmitem segurança para todos", ressaltou o pastor.

    Durante a semana, outros padres, missionários, grupo de pastores e até mesmo devotos estarão presentes no cemitério levando palavras de conforto aos familiares e funcionários que atuam no local.

    Com informações da assessoria*