Fonte: OpenWeather

    Maus-tratos


    Mãe é denunciada por não levar criança com queimadura ao hospital

    A criança tem 5 anos e é especial. O caso aconteceu em Manacapuru

    A criança foi atendida por dois conselheiros tutelares do município
    A criança foi atendida por dois conselheiros tutelares do município | Foto: Divulgação

    Manacapuru - Uma mulher, que não teve o nome revelado, foi denunciada na tarde desta segunda-feira (4), por volta das 13h30, no Conselho Tutelar de Manacapuru (município distante 68 quilômetros em linha reta de Manaus). A denúncia se deve aos maus-tratos contra o filho dela, de apenas 5 anos, que é especial. Ela foi acusada por não prestar socorro à criança que estava com uma queimadura grave nas mãos.

    Conforme o conselheiro tutelar Marcos Silva, uma equipe foi até a casa da família em Manacapuru e constatou que a denúncia procedia. Aos profissionais, a mãe contou que não tinha fogão na residência e que utilizava um fogareiro para cozinhar as refeições. No domingo (3), a mulher disse que estava fazendo frituras quando o filho de 5 anos colocou a mão na frigideira quente e acabou se queimando.

    "A mãe argumentou que não levou o filho ao hospital por medo do novo Coronavírus (Covid-19). Ela foi até uma farmácia e comprou apenas uma pomada para passar nas mãos do filho. Advertimos a mulher e procuramos uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para prestar atendimento à criança, mas foi necessário que o menino recebesse curativos no hospital da cidade", contou o conselheiro.

    Silva explicou que, além da criança, a mulher possui outros cinco filhos e que, por se identificar negligência contra a criança, o menino será encaminhado para uma rede de acolhimento. 

    Confira a reportagem da TV Em Tempo:

    | Autor: Marcelo Macedo/ TV Em Tempo