Fonte: OpenWeather

    Luto


    Médico peruano Rodolfo Arizmendi morre vítima do coronavírus em Manaus

    O médico peruano Rodolfo Arizmendi, de 73 anos, é o primeiro profissional da saúde vítima da Covid-19 em Parintins

    Rodolfo Walter Garcia Arizmendi morava em Parintins há 21 anos
    Rodolfo Walter Garcia Arizmendi morava em Parintins há 21 anos | Foto: Reprodução

    Manaus - O médico peruano Rodolfo Walter Garcia Arizmendi, de 73 anos, morreu na manhã desta terça-feira (5) vítima do novo coronavírus em Manaus. Ele atuava há mais de 20 anos em Parintins e lutava contra a doença há 15 dias.

    "Foram muitos dias de tristeza, esperança, preocupação, ansiedade, temor e tantos outros sentimentos misturados pelo estado de saúde do nosso querido Rodolfo. Ele agora está livre de aparelhos e tubos, nos deixou e levou com ele nossa alegria. Porém, deixa infinitas saudades e a certeza que foi acolhido por Deus na sua infinita misericórdia. A família Garcia Arizmendi Rivera agradece pelo carinho, pelos bons desejos e pelas orações", diz José Ênio Espanholate Sobrinho, filho de Rodolfo, em nota divulgada nas redes sociais.

    O clínico geral Rodolfo Arizmendi, que era natural de Lima, no Peru, passou cinco dias internado no Hospital Jofre Cohen, no município de Parintins (distante 369 km da capital), mas foi transferido para Manaus no dia 22 de abril, por meio da UTI aérea, após apresentar piora no quadro de saúde.

    Parintins é o terceiro município com maior número de casos confirmados da doença no Amazonas, totalizando 221 infectados de acordo com a última atualização da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), junto com o Governo do Estado. Este é o primeiro profissional da saúde vítima da Covid-19 em Parintins.