Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Família denuncia descaso no atendimento médico a grávida com Covid-19

    Grávida foi transferida na manhã desta quarta-feira (6) para a maternidade Ana Braga, na Zona Leste de Manaus, mas conforme a denúncia, no local não há medicamento para o tratamento do vírus

    Grávida está em maca no corredor da Maternidade Ana Braga
    Grávida está em maca no corredor da Maternidade Ana Braga | Foto: Arquivo Pessoal

    Manaus - Familiares de uma gestante de 35 anos diagnosticada com o novo coronavírus voltaram a procurar o EM TEMPO na tarde desta quarta-feira (6), para denunciar o descaso no atendimento médico que a mulher tem enfrentado nos últimos dias. Hoje (6), ela foi encaminhada para a Maternidade Ana Braga, na Zona Leste de Manaus, na tentativa de que fosse feita uma ultrassom para saber o estado do bebê que carrega. A paciente estava internada no Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz, desde o último sábado (2), onde foi internada após desmaiar em frente a uma unidade hospitalar, onde implorava por atendimento médico. 

    A tia da paciente, Aurilene Ribeiro Bezerra, de 43 anos, fez questão de conversar com o EM TEMPO. Ela estava no lado externo da maternidade pública acompanhando o esposo da grávida, no aguardo de notícias da paciente. Ela denunciou o descaso em que a paciente estava passando, de ser "jogada" de um hospital para o outro. Atualmente, a gestante está, segundo a família, em um corredor da maternidade, em cima de uma maca, por não ter sido disponibilizado um leito no lugar. 

    "Queremos que os médicos olhem pela minha sobrinha. É um descaso total, pois ela está no corredor dessa maternidade. Não está internada, nem em uma enfermaria. Ela ouviu da equipe médica que eles não possuem leitos e nem remédios para tratar do novo coronavírus. Isso é um absurdo. Não querem ficar com ela aqui na maternidade e querem jogar ela de volta pro HPS Delphina Aziz. Nem uma ultrassom fizeram para saber o estado do bebê", desabafou a tia. 

    Aurilene destacou que o principal pedido da família é que os médicos façam os exames necessários para saber o estado de saúde do bebê e para que a gestante tome os medicamentos na dosagem certa devido ao feto. "Tiraram ela do HPS Delphina Aziz e agora já querem levar ela de volta para lá. Um joga a responsabilidade para o outro. Sabemos que os leitos no hospital de referência são disputados e agora que mandaram ela para maternidade, não sabemos nem se ela poderá voltar para lá. São duas vidas em risco nesse momento", argumentou.

    Mensagens enviadas pela paciente para a irmã
    Mensagens enviadas pela paciente para a irmã | Foto: Divulgação

    O medo relatado pela paciente aos familiares é com o estado de saúde do bebê, pois tem quatro dias que ela não sente a barriga mexer. Em mensagens enviadas a irmã, por meio de um aplicativo de mensagens instantâneas, a grávida disse que foi informada pelos médicos que o caso dela é clínico e não obstétrico e que na maternidade caso ela piore, não terão como ajudar. 

    Já os relatos no HPS Delphina Aziz, segundo a paciente, é de que ela deveria estar em uma maternidade pois lá poderiam fazer o acompanhamento tanto do Covid-19 quanto da gestação. A grávida também reclamou das condições higiênicas no lugar.

    | Autor:
     

    "Só peço que as autoridades olhem pela situação dela. Ela sente falta de ar, dificuldade de respirar. Estamos há 10 semanas andando com ela para tudo quanto é unidade hospitalar para receber não na cara e que faltam médicos e leitos. Assim como ela tem muitas pessoas passando por esse tipo de situação. Não aguentamos mais esse descaso. Olhem por nós", concluiu a tia. 

    Em nota, a direção da Maternidade Ana Braga informou que a paciente está na unidade hospitalar em enfermaria isolada das demais pacientes, conforme protocolo das  maternidades para casos de Covid-19, sendo acompanhada pela equipe médica. O quadro de saúde da paciente é estável e o bebê está bem. A Maternidade Ana Braga assim como a Balbina Mestrinho, é classificada para atendimento de pacientes de alto risco. 

    Acompanhe o depoimento da tia via chamada de vídeo:

    Depoimento da tia da grávida | Autor: Divulgação
     
    Depoimento da tia da grávida | Autor: Divulgação
     
    Depoimento da tia grávida | Autor: Divulgação
     
    Depoimento da tia da grávida | Autor: Divulgação