Fonte: OpenWeather

    Pandemia


    Mais de 28 mil pessoas são beneficiadas com refeições em Manaus

    Cozinhas comunitárias alimentam, em média, mais de mil pessoas por dia nas comunidades carentes da capital. Dados são referentes a segunda quinzena de março até fim de abril.

    . Em janeiro deste ano, foram oferecidas 12.266 refeições
    . Em janeiro deste ano, foram oferecidas 12.266 refeições | Foto: Leonardo Leão/Semasc

    Manaus -  Mais de 28 mil refeições foram oferecidas a pessoas em vulnerabilidade social nas cinco Cozinhas Comunitárias gerenciadas pela Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), em Manaus. O dado é referente ao período de agravamento da crise causada pelo novo coronavírus, a partir da segunda quinzena de março até o último dia de abril.

    “De março para abril, nós registramos um aumento de mais de 3,1 mil refeições nas nossas Cozinhas Comunitárias. São pessoas que, com os efeitos econômicos da Covid-19, buscaram a alimentação de qualidade oferecida de forma gratuita nos nossos espaços. Além de manter as cozinhas em funcionamento, nossas pastas ligadas à assistência social também estão reforçando a entrega de cestas básicas e atendimentos às pessoas em situação de rua”, destacou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto.

    A distribuição de refeições diárias foi mantida desde o início do isolamento social
    A distribuição de refeições diárias foi mantida desde o início do isolamento social | Foto: Leonardo Leão/Semasc

    A distribuição de refeições diárias foi mantida desde o início do isolamento social, de segunda a sexta-feira, para públicos diversos, dentre eles idosos, crianças e adultos, sendo a maioria pessoas em situação de rua. Localizadas nos bairros Colônia Oliveira Machado, Vila da Felicidade, Colônia Antônio Aleixo, Santo Agostinho e Val Paraíso.

    As cozinhas alimentam, em média, mais de mil pessoas por dia nas comunidades carentes da capital.

    Em janeiro deste ano, foram oferecidas 12.266 refeições; em fevereiro foram 11.361 refeições; enquanto em março (quando se registraram os primeiros casos de coronavírus) esse número subiu para 16.651 refeições; e mais ainda em abril, que fechou o mês com um total de 19.764 refeições oferecidas.

    *Com informações da assessoria