Fonte: OpenWeather

    Impacto Covid-19


    Prefeituras do AM pedem apoio para acelerar ajuda no combate à Covid

    Testes rápidos e equipamentos de proteção individual são algumas das solicitações

    Presidente da AAM classifica a situação como "extremamente crítica"
    Presidente da AAM classifica a situação como "extremamente crítica" | Foto: Divulgação

    Amazonas - Mais de 1 milhão de máscaras de proteção N95 para equipes médicas, 920 mil máscaras cirúrgicas, 193 mil testes rápidos para Covid-19 e 229 ventilares mecânicos para hospitais e postos de saúde. Estes são alguns dos itens que fazem parte da lista de demandas das 61 prefeituras do interior do Estado entregues pela Associação Amazonense de Municípios (AAM), em duas ocasiões, ao Ministério da Saúde, e que ainda estão, em sua imensa maioria, pendentes.

    No primeiro ofício, encaminhado ao então ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta em 13 de abril deste ano, o presidente da AAM e prefeito de Maués, Junior Leite, alertou para a situação “extremamente crítica” nas redes municipais de saúde, a necessidade de reforço na estrutura hospitalar mantida em grande parte com recursos dos próprios municípios, a falta de insumos, equipamentos e atenção especial com a saúde da população indígena.

    Como resposta, encaminhada 11 dias depois, o Ministério da Saúde, por meio do coordenador-geral de Atenção Hospitalar e Domiciliar do órgão, Rafael Leandro de Mendonça, sugeriu que a solicitação fosse encaminhada à Secretaria Estadual de Saúde do Amazonas, uma vez que "as ações desenvolvidas por este Ministério no âmbito da Covid-19, estão sendo pautadas com as Secretarias Estaduais de Saúde".

    “É importante ressaltar que os dados oficiais do dia anterior ao ofício (12 de abril) indicavam 153 casos confirmados oficialmente no interior do Estado. Hoje, são 7.771 pessoas com coronavírus apenas no interior e continuamos aguardando esse auxílio que chega muito lentamente, e pedimos o apoio de todos os órgãos, bancada federal do Amazonas e a sociedade para acelerar esse processo”, afirmou o presidente da AAM, Junior Leite.

    Na mesma data da resposta enviada pelo Ministério da Saúde, o ofício – também assinado pela secretária estadual de Saúde, Simone Papaiz e pelo presidente do do Conselho dos Secretário Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems/AM), Januário Neto – foi encaminhado ao deputado federal Luiz Antônio de Souza (PP-RJ), coordenador da Comissão Externa da Câmara Federal de Combate à Pandemia de COVID-19, pedindo apoio para obter junto ao Ministério da Saúde a disponibilização “com a maior urgência possível de EPIs e equipamentos para as unidades hospitalares do Interior do Estado”.

    O presidente da AAM lembra ainda, que na recente visita técnica realizada pelo atual ministro da Saúde em Manaus, Nelson Teich, no início deste mês, o documento foi entregue ao novo titular da pasta.

    “Hoje as demandas dos municípios na área da saúde são muito maiores do que este levantamento realizado na primeira quinzena de abril. Além dos recursos federais que chegam à conta gotas, via governo estadual, são os próprios municípios que estão buscando soluções, com recursos próprios, porque a vida das pessoas não pode esperar e é possível que a ajuda chegue tarde demais”, alertou o prefeito.

    *Com informações da assessoria