Fonte: OpenWeather

    Recuperados


    Corpo de Bombeiros comemora mais 41 militares curados da Covid-19

    A instituição desenvolveu um sistema de acompanhamento online

    Foi montado um sistema de monitoramento online, para acompanhar os bombeiros militares
    Foi montado um sistema de monitoramento online, para acompanhar os bombeiros militares | Foto: Reprodução

    Amazonas - O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) comemora o número de mais 41 militares declarados curados da Covid-19. Todos os servidores foram tratados e acompanhados pelos profissionais da Diretoria de Saúde (DS) da corporação. Outro integrante dos Bombeiros, o 2º sargento BM Lucas Capote, do 2º Pelotão Destacado Bombeiro Militar (2º PDBM), localizado no município de Novo Airão (a 115 quilômetros de Manaus), já havia recebido alta da doença no último dia 24 de abril. Nenhum óbito por Covid-19 foi registrado no efetivo durante a pandemia causada pelo novo coronavírus.

    O comandante-geral do CBMAM, coronel BM Danízio Valente, explica que, desde o registro do primeiro caso de Covid-19 no estado, foi montado um sistema de monitoramento online, para acompanhar os bombeiros militares.

    “No primeiro momento, os militares responderam um formulário relatando como estava sua saúde, para assim desenvolvermos uma estratégia de atendimento. Nossa maior preocupação é salvaguardar nossos militares, principalmente por ser uma instituição de serviço essencial e realizar atendimentos pré-hospitalares”, afirmou o coronel.

    Com o preenchimento dos formulários, a DS montou equipe para atendimentos online para monitorar os bombeiros de acordo a evolução dos casos, conforme relatado pelo diretor de Saúde do CBMAM, tenente-coronel BM Sulemar Barroso.

    “Conseguimos montar no quartel do Comando Geral do CBMAM uma base para os bombeiros militares realizarem o teste rápido para o Covid-19. Conforme o militar testasse positivo, imediatamente um oficial da saúde entrava em contato com ele para as primeiras orientações e prescrição de medicamentos. O contato é periódico, para saber como o servidor está reagindo ao tratamento, se houve evolução do quadro para uma melhora ou piora. Para nossa vitória, tivemos 41 bombeiros curados”, informou o tenente-coronel BM Sulemar Barroso.

    A atendente do Centro de Operações Bombeiro Militar (Cobom), cabo BM Edinalva Sales, testou positivo para o Covid-19 e foi acompanhada pela DS. “Senti muitas dores de cabeça, febre e falta de ar. Informei ao CBMAM por meio da plataforma da DS, marquei o dia do meu teste. O resultado foi positivo. Fui atendida primeiramente pela tenente BM Lizy, peguei a minha medicação no próprio CBMAM e iniciei meu tratamento”, relatou Edinalva.

     A cabo ainda conta que o acompanhamento online permaneceu durante todo o tratamento.

    “De fato me senti muito acolhida. Entrava em contato para esclarecer dúvidas, relatar se eu estava tendo melhora. Para mim esse atendimento foi de grande importância, e aproveito para agradecer a todos da DS que estão à frente na luta contra essa doença, e em especial às tenentes Lizy e Gilmara, que foram muito atenciosas”, relembra Edinalva Sales.

    Prevenção

    Desde o dia 17 de março, o CBMAM vem realizando mudanças na rotina diária dos bombeiros militares para aumentar a prevenção e enfrentamento da pandemia do novo coronavírus. A distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para cada bombeiro militar, o uso obrigatório de máscaras, assepsia e higienização do ambiente de trabalho, viaturas e áreas comuns, são algumas das medidas adotadas pela corporação.

    Monitoramento

    O Corpo de Bombeiros conta com uma plataforma de monitoramento digital e um centro de triagem, compostos por profissionais do quadro de saúde, com o objetivo de realizar o monitoramento do efetivo. No centro, que funciona no Quartel do Comando Geral, os bombeiros militares, servidores civis e seus dependentes que apresentem sintomas gripais passam por uma triagem e realizam testes-rápidos. Os pacientes que testam positivo são orientados e seguem para o isolamento social domiciliar e tratamento prescrito pela equipe médica.

    Vacinação H1N1 

    Entre os dias 27 e 30 de abril, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) realizou a vacinação contra a Influenza A H1N1. A ação foi desenvolvida pela Diretoria de Saúde (DS) do CBMAM, em cumprimento ao calendário de vacinação do Ministério da Saúde (MS). Pelo menos 1.034 servidores da corporação, da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) e do Departamento Estadual de Transito (Detran-AM) foram imunizados contra a H1N1.

    *Com informações da assessoria