Fonte: OpenWeather

    Caso Miss Manicoré


    Pai de Rafael, suspeito de matar Kimberly, é encontrado morto em SP

    O pai de Rafael Fernandez foi encontrado morto nos trilhos da estação de metrô. A confirmação da morte foi feita pela polícia de São Paulo

    Rafael continua foragido desde a segunda-feira (11)
    Rafael continua foragido desde a segunda-feira (11) | Foto: reprodução

     

    Manaus - Foi confirmado na manhã desta sexta-feira (15) que o corpo de Nilton Rodriguez, pai de Rafael Fernandez, acusado de matar a facadas a modelo Kiimberly Karen Mota, foi encontrado nos trilhos do metrô da barra funda em São Paulo. O caso aconteceu na noite desta quinta-feira (14).

    A informação foi confirmada pela delegada adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Zandra Ribeiro. Ela informou também que foi noticiada pela polícia de São Paulo mediante a grande repercussão do crime no Brasil.

    Rafael continua foragido, de acordo com as investigações do caso, ele estaria entre as cidades de Pacaraima e Venezuela. A DEHS solicitou à Justiça do Amazonas que o foragido seja incluso na lista de procurados pela Interpol, a polícia internacional. 

    A mãe de Rafael, Maria de Fátima Fernandez, que se pronunciou em defesa do filho na última terça-feira (12), desativou as redes sociais.

    Buscas continuam 

    Um vídeo filmado pelo circuito de segurança do posto de fiscalização da divisa entre os estados do Amazonas e Roraima mostra o momento que o carro de Rafael passa pelo local às 5h50. O delegado-geral da Polícia Civil de Roraima, Herbert Amorim, informou que, desde a informação dada pela polícia do Amazonas sobre Rafael, os policiais de todas as esferas estão monitorando as possíveis rotas de fuga do suspeito. 

    As imagens de segurança mostram que Rafael trocou de roupa após o crime
    As imagens de segurança mostram que Rafael trocou de roupa após o crime | Foto: reprodução

    Desde a madrugada da última terça-feira (11), dia em que a miss foi encontrada morta com golpes de faca no apartamento de Rafael, a polícia está em busca do servidor público. Após o crime, conforme os vídeos feitos pelo circuito interno do prédio onde ele morava, Rafael trocou de roupa e saiu com o carro, um Audi, de cor branca, e placa PHH-7B39.

    Após passar pela divisa dos estados, o carro foi encontrado em Boa Vista totalmente destruído, em um possível acidente. Conforme as informações da polícia, Rafael pediu carona e foi levado até Caracaraí.

    De lá pegou um táxi e foi para Boa Vista, depois ele pegou outro táxi e seguiu para Pacaraima. As investigações giram em torno da tentativa do acusado entrar na Venezuela e, de lá, seguir até Margarita, com destino final a Espanha.

    Nesta quarta-feira (14), o delegado Paulo Martins, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que há possibilidade de Rafael ter parentes na Espanha e estar tentando chegar à Europa, para se esconder na casa de algum familiar.