Fonte: OpenWeather

    Solidariedade


    ONG que ajuda pacientes com câncer pede apoio para se manter em Manaus

    Afetada pelos impactos econômicos da pandemia, a Lacc teve prejuízos e corre risco de encerrar as atividades. Veja como ajudar

    a instituição registra, em média, 100 mil atendimentos/auxílios
    a instituição registra, em média, 100 mil atendimentos/auxílios | Foto: Divulgação

    Manaus - Os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus atingiu com força o terceiro setor. A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc), entidade filantrópica que auxilia pacientes oncológicos em situação de vulnerabilidade social, amargou uma queda de mais de 28% em sua receita bruta, no primeiro quadrimestre deste ano, o equivalente  R$ 80 mil. Se o cenário persistir, poderá haver descontinuidade dos projetos e ações desenvolvidos pela ONG.

    De acordo a presidente da entidade, a enfermeira Marília Muniz, anualmente a instituição registra, em média, 100 mil atendimentos/auxílios, a pacientes que lutam contra o câncer na Fundação Cecon. Alem disso, a Lacc também presta apoio a diversos serviços da unidade hospitalar, cedendo um veículos para uso exclusivo do atendimento domiciliar para pacientes fora de possibilidade terapêutica, e reforçando a equipe e o desenvolvimento do cronograma do Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC).

    "Sem o recurso necessário, precisaremos reduzir, por exemplo, programas como o de aluguel social - a partir do qual custeamos quartos nas redondezas da FCecon para hospedar pacientes do interior; o transporte de pessoas de casa até o hospital para radioterapia  quimioterapia e até a doação mensal de cestas básicas para as famílias que não têm como se manter durante o tratamento na capital, muitas delas, com os membros desempregados", frisou Marília.

    Ela explica que conseguir a adesão da sociedade à causa é o maior desafio durante o período de pandemia. "Temos vários canais de doação, através dos quais, as pessoas não precisam sair de casa", assegurou.

    Lacc também presta apoio a diversos serviços da unidade hospitalar
    Lacc também presta apoio a diversos serviços da unidade hospitalar | Foto: Divulgação

    Basta acessar o site www.laccam.org.br e se cadastrar como doador, ou, ligar para o (92) 2101-4900 e agendar a doação e o mensageiro da ONG vai até a residência buscar a ajuda financeira.  O contato também pode ser feito pelo whatsapp (92) 999776294.  

    Além disso, a Lacc dispõe de uma conta bancária para transferências onlines  ( especificações: Liga Amazonense Contra o Câncer – LACC CNPJ: 04.499.182/0001-48 Banco: Bradesco / Agencia: 0482-0 / Conta Corrente: 691.017-3) e da modalidade de boleto bancário (https://lacc.doaeacao.com.br), para quem preferir. 

    "O importante é lutarmos para que esse trabalho que exige tanta dedicação de profissionais e voluntários, não seja paralisado em função da crise na saúde, que atingiu também a economia. Nossa receita, hoje, é composta, exclusivamente, de doações da sociedade civil. Gostaríamos de pedir a ajuda da classe empresarial e sensibilizar cada vez mais doadores para garantirmos o apoio a quem luta contra essa doença, que não escolhe gênero, idade ou classe social", concluiu Marília Muniz.