Fonte: OpenWeather

    Entrega


    Mais de mil alunos recebem kits do “Hora da Merenda” em um dia

    O dado é referente às entregas feitas na Zona Rural de Manaus

    A primeira entrega de kits ocorreu na marina do Davi, no bairro do Tarumã | Foto: Alex Pazuello/Semcom

    Garantir o direito à alimentação dos alunos da rede municipal de ensino, que devido à pandemia do novo coronavírus precisaram ter as aulas presenciais suspensas, é o papel do programa “Hora da Merenda”, da Prefeitura de Manaus. Somente nesta quarta-feira, mais de mil kits alimentícios foram entregues às famílias de alunos, que moram em comunidades ribeirinhas do rio Negro, zona rural, e também no Tarumã.  

    “Seguimos firmes, como determina o prefeito Arthur Virgílio Neto, em fazer com que nossos alunos estejam não só com as aulas em dia, seja pela TV, plataforma on-line ou mesmo atividades impressas entregues a quem não tem acesso a energia elétrica ou internet, mas também que tenham a alimentação garantida. A pandemia nos exigiu adaptações, mas não nos tirou a vontade de garantir a melhor educação às crianças”, destacou a secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt.  

    Para a chefe da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Rural, Edilene Pinheiro, o momento da entrega é muito aguardado e as famílias estavam ansiosas para receber o kit dos profissionais da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

    “Somente hoje, atendemos 11 escolas do Tarumã e mais três rodoviárias. Começamos as entregas no início de maio e concluímos mais de 80% das escolas da zona rural. Acreditamos que até essa semana estamos concluindo a entrega desses kits na área rural”, complementou.  

    A primeira entrega de kits ocorreu na marina do Davi, no bairro do Tarumã, para famílias de alunos que estudam em escolas municipais daquela região. Em seguida, mais itens foram transportados em duas lanchas para alunos das escolas municipais São José 1 e Paulo Freire, situadas, respectivamente, nas comunidades Nossa Senhora do Livramento e Agrovila Amazonino Mendes, ambas na zona rural. 

    Os kits são compostos por itens como açúcar, arroz, biscoito salgado, feijão carioca e etc
    Os kits são compostos por itens como açúcar, arroz, biscoito salgado, feijão carioca e etc | Foto: Alex Pazuello/Semcom


    A distribuição foi feita pela diretora da escola São José 1, professora Patrícia Martelet, e pelo diretor da escola municipal Paulo Freire, professor Philipi Barbosa. “Só aqui, na escola São José 1, serão entregues 102 itens. Cada aluno receberá um kit alimentício e é o responsável que precisa vir pegar. É uma iniciativa pensada justamente para ajudar as famílias de alunos mais carentes, principalmente nesse período de pandemia”, disse Patrícia Martelet. 

    Irailde Castro, 40, conta que dois dos seus três filhos estudam na escola São José 1 e o kit irá auxiliar bastante na alimentação familiar. “Está bem difícil esse momento e só tenho a agradecer à prefeitura e a diretora da escola por essa merenda que estamos recebendo. Para nós, pais e mães, que estamos no período de pandemia, é uma ajuda muito grande”, disse. 

    Os kits são compostos por itens como açúcar, arroz, biscoito salgado, feijão carioca, macarrão, achocolatado em pó, leite integral em pó e óleo de soja. Para a entrega, as regras permanecem as mesmas, os pais ou responsáveis devem aguardar o contato da escola e obedecer ao horário e cuidados que devem ser seguidos, como o uso obrigatório das máscaras, além do distanciamento. A equipe escolar também faz o uso de máscaras, luvas e disponibiliza álcool em gel. 

    “Por conta da pandemia, os preços das mercadorias aumentaram muito. Então essa ação da entrega dos kits beneficia bastante e agradecemos à escola e à prefeitura por essa atitude. Moro com a minha esposa e neta de 12 anos e com certeza isso vai ajudar não só a gente, mas outras famílias”, disse Paulo Oliveira, 60, morador da comunidade do Livramento há 25 anos.

     *Com informações da assessoria