Fonte: OpenWeather

    Coronavírus


    Ipixuna do AM confirma primeiros casos do novo coronavírus

    Suspensão das atividades não essenciais está prevista para encerrar no próximo dia 28, mas pode ser prorrogada

    Ipixuna e Envira eram as duas únicas cidades do interior do Amazonas que não tinham casos de Covid-19 registrados até o último sábado (20) | Foto: Gilson Ipixuna

    Manaus- O município de Ipixuna (distante 1,3 mil quilômetros de Manaus), decidiu suspender todas as atividades não essenciais como forma de conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) entre a população. A medida passa a valer a partir desta terça-feira (23).

    Ipixuna e Envira eram as duas únicas cidades do interior do Amazonas que não tinham casos de Covid-19 registrados até o último sábado (20). Desde lá, seis casos já foram confirmados em Ipixuna, sendo que três deles foram levados para o município e são de pessoas que trabalham na linha de frente no combate à doença.

    Esses últimos já estão fora do período de transmissão, mesmo assim, a prefeitura quer diminuir os riscos de contaminação e fechou as atividades não essenciais para evitar aglomerações. A suspensão está prevista para encerrar no próximo dia 28, mas pode ser prorrogada.

    Conforme a Prefeitura, os outros três casos importados são de profissionais que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus em Ipixuna, que estiveram em outras cidades nos últimos meses, contraíram o vírus e chegaram no município já fora do período de transmissão. Ainda segundo a Prefeitura, por isso eles não entram na contagem total de casos da cidade.

    O decreto municipal Nº 037/2020 considera que ainda há a necessidade de suspender atividades para evitar a circulação e aglomeração de pessoas, e o crescimento da curva de contágio do vírus. Do total de casos registrados no Amazonas, 60% são do interior.

    Caso de Coronavírus no Amazonas 

    O Amazonas registrou mais 321 novos casos de Covid-19 na última segunda-feira (22), totalizando 63.731 casos confirmados do novo coronavírus, segundo boletim epidemiológico divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). O boletim confirmou mais 14 mortes pela doença, subindo para 2.671 o número de pessoas que morreram com a Covid-19.

    Segundo o boletim, ao todo, 51.642 pessoas já passaram pelo período de quarentena de 14 dias, recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e se recuperaram da doença. Outras 9.418 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão internadas ou em isolamento domiciliar.

    Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 316 pacientes internados, sendo 218 em leitos clínicos (18 na rede privada e 200 na rede pública) e 98 em UTI (26 na rede privada e 72 na rede pública).

    Há ainda outros 241 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 152 estão em leitos clínicos (15 na rede privada e 137 na rede pública) e 89 estão em UTI (16 na rede privada e 73 na rede pública).

    Leia mais:

    Silves chega a marca de 28 dias sem registro de mortes por coronavírus

    Cinco mortes por Covid-19 aconteceram no AM nas últimas 24 horas

    Manaus registra 36 enterros na segunda(22); quatro por Covid-19