Fonte: OpenWeather

    Covid-19


    Três cidades do interior do AM têm alto índice de mortes por Covid-19

    Saiba quais são as cidades no Estado que possuem altos índices de mortalidade considerando óbitos a cada 100 mil habitantes

    Os três municípios possuem altas taxas de mortalidade
    Os três municípios possuem altas taxas de mortalidade | Foto: Lucas Silva

    Manaus – Uma das consequências mais drásticas que o novo Coronavírus trouxe para o Amazonas está relacionada ao número de mortes. Há três cidades no Amazonas com os maiores índices de mortalidade por conta do novo Coronavírus, são elas: Tefé, Manacapuru e Tabatinga.

    A primeira, com 126,99% de índice de mortalidade, considerando cada 100 mil habitantes, é Tefé, com 76 mortes. A segunda é Manacapuru com 126,31% e 123 mortes. A terceira cidade é Tabatinga que contabiliza 109,35% e até esta quarta-feira (24) soma 72 mortes, conforme boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância e Saúde do Amazonas. 

    Tefé

    A cidade permaneceu por mais de 15 dias em Lockdown
    A cidade permaneceu por mais de 15 dias em Lockdown | Foto: reprodução

    A cidade decretou Lockdown em maio deste ano para forçar ainda mais o isolamento social afim de diminuir a proliferação do vírus na cidade. O prefeito de Tefé, Normando Bessa de Sá, explicou que o momento é de unir forças. 

    “Vocês precisam entender que estamos juntos para sairmos vivos dessa. Estamos aqui para defender sua vida e a vida da nossa família, e para isso vamos tomar ações mais duras contra a doença”, disse na época da decisão. 

    Após isso, a prefeitura de Tefé também decidiu pela suspensão da venda de bebidas alcoólicas e a permanência do Lockdown por mais 15 dias. Apesar de estar em primeiro lugar em mortalidade, Tefé está no terceiro lugar no ranking de infectados pelo Coronavírus no interior do Amazonas. 

    Manacapuru

    O município chega ainda à 3.110 casos confirmados. No último dia 28 de abril, o prefeito de Manacapuru, Beto D'Angelo, decretou o uso obrigatório de máscaras pela população que aguardarem nas filas de bancos, casas lotéricas, mercados e supermercados em geral, feiras, cartórios extrajudiciais e congêneres, sob pena da impossibilidade de permanência no recinto.

    Mancapuru é a segunda com maior taxa de mortalidade
    Mancapuru é a segunda com maior taxa de mortalidade | Foto: reprodução

    Segundo a prefeitura de Manacapuru, as equipes de Assistência Social, Defesa Civil, IMTRANS e Vigilância, continuaram atuando na organização e orientação das filas dos bancos, além de distribuir máscaras de tecido reutilizável e higienização com álcool gel para as pessoas que aguardavam atendimento. 

    De acordo com a Susam, o Estado, Prefeitura e Governo Federal trabalham juntos para garantir a estrutura nos hospitais da cidade. O Governo do Estado enviou para Manacapuru mais de quatro toneladas de insumos, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e medicamentos.

    Foram equipados mais quatro leitos de Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) no Hospital de Campanha de Manacapuru com equipamentos comprados pelo Governo do Estado, além de três respiradores enviados pelo Ministério da Saúde e três monitores multiparamétricos adquiridos pelo Estado.

    “Pedimos a contribuição de todos os manacapuruenses, para que juntos possamos superar este momento da pandemia do coronavírus em nosso município”, disse o prefeito Beto D’Angelo no momento das ações contra o vírus no município. 

    Tabatinga

    No município, as ações estão voltadas para comunidades distantes com ribeirinhos. Na última terça-feira (23) os atendimentos aconteceram nas comunidades de Limeira, Praia de Fátima, Vila Eternidade e Vila Nova, por meio da Unidade Básica de Saúde (UBS) Fluvial. 

    Por meio de decreto municipal, o prefeito Saul Nunes determinou prorrogar até 30 de junho as medidas adotadas contra o Coronavírus. Permanecem suspensas aulas da rede municipal e privada, realização de festas ou eventos que proporcionem aglomerações e funcionamento de bares, restaurantes, academias e funcionamento de casas noturnas. Os supermercados funcionam das 6h às 17h e drogarias das 6h às 22h. 

    Leia mais:

    Amazonas registra o menor número de mortes por Covid-19, em uma semana 

    Silves chega a marca de 28 dias sem mortes por Coronavírus 

    Assista ao Web TV News na Web TV Em Tempo:

    Confira dicas de prevenção ao coronavírus:

    Coronavirus

    >