Fonte: OpenWeather

    Covid-19 no AM


    Cinco cidades do Amazonas lutam contra o aumento da Covid-19

    Coari, Manacapuru, São Gabriel da Cachoeira, Tefé e Parintins são as cinco cidades com os maiores índices de casos e mortes por Covid-19

    As cinco cidades continuam na luta contra a pandemia
    As cinco cidades continuam na luta contra a pandemia | Foto: reprodução

    Manaus – A pandemia do novo Coronavírus já é uma dura realidade que chegou ao Amazonas. Com 70.823 casos confirmados e 2.823 mortes, cinco municípios do interior trabalham contra o tempo e a curva de contaminação do novo Coronavírus. Coari, Manacapuru, São Gabriel da Cachoeira, Tefé e Parintins são as mais afetadas, depois de Manaus. 

    Coari

    Segundo boletim epidemiológico, Coari conta com 3.767 casos e 84 mortes até esta terça-feira (30). A cidade do interior que está em primeiro lugar tem buscado meios para conter a curva de contaminação do novo Coronavírus. Do dia 8 a 18 de junho (10 dias) não foram registrados novos óbitos pelo vírus em Coari.

    Equipes visitam comunidades ribeirinhas para atendimento
    Equipes visitam comunidades ribeirinhas para atendimento | Foto: reprodução

    A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Vigilância, realizará reuniões de extrema importância com todos os setores comerciais de Coari, acerca das medidas de prevenção contra a Covid-19. 

    Nesta quarta-feira (1º), a reunião será com proprietários de supermercados de grande porte; responsáveis por mercadinhos, mercearias, lanchonetes e perfumarias; responsáveis por drogarias e farmácias; açougues e feiras; fábricas de picolé, açaí e sorvetes. Na quinta-feira (2), a reunião será com proprietários de clubes de dança, hotéis, motéis, salão de beleza, barbearias, óticas, academias, lavanderias, funerárias, consultórios odontológicos e laboratórios clínicos. 

    Nas zonas rurais, a prefeitura do município está dando continuidade às ações de contenção da doença. Com o suporte da Unidade Básica de Saúde (UBS) fluvial, a equipe de saúde esteve na comunidade São Francisco do Jacaré, no Lago do Mamiá, realizando testes rápidos para detecção da Covid-19. 

    Coari é a primeira em números no interior
    Coari é a primeira em números no interior | Foto: reprodução

    Manacapuru

    A cidade, segunda maior em casos, chega a 3.134 nesta terça-feira (30). Porém, está em primeiro lugar dos municípios do interior em número de óbitos pela Covid. Ao todo, foram registrados 125.

    Manacapuru, distante 103 quilômetros de Manaus, já foi considerada a cidade com maior índice de mortalidade no Brasil, o percentual chegou a 49,29% a cada 100 mil habitantes da cidade. Hoje está com 128,37%. 

    A equipe de vigilância epidemiológica alerta sobre o aumento de números de infectados e pede para que a população tome consciência sobre os riscos. 

    Apesar do número baixo de pessoas no período de transmissibilidade, houve um aumento no número de pessoas que estão aguardando resultado. "Ontem eram 238, hoje já são 275, ou seja, a Covid-19 não passou. Estamos tendo grande procura e fazendo busca ativa por pacientes com sinais e sintomas. Então, mesmo com a flexibilização, não baixem a guarda. Continuem com as medidas de prevenção, principalmente usando máscaras, lavando as mãos com frequência e evitando locais aglomerados”, afirmou.  

    As equipes permanecem realizando a sanitização dos espaços públicos e na distribuição de máscaras para a população que transita pelas ruas do município. 

    As equipes realizam a sanitização das ruas
    As equipes realizam a sanitização das ruas | Foto: reprodução

    Tefé

    A cidade ultrapassou a porcentagem de mortalidade com 132,00%, por cada 100 mil habitantes. Tefé registrou até este fim de junho, 79 mortes e 2.784 casos confirmados para o Coronavírus. 

    Nesta terça-feira (30), o prefeito de Tefé, Normando Bessa, por meio do Decreto Municipal N◦361, estabeleceu as medidas restritivas a serem aplicadas nos municípios. As aulas tanto no âmbito municipal quanto particulares não retornam.

    Somente a partir do próximo dia 6 de julho serão permitidos o transporte de passageiros em embarcações vindas de outros municípios, obedecendo 30% da ocupação. Fica autorizado também o transporte aeroviário de passageiros vindo de outros municípios.

    O descumprimento acarretará em multa aos responsáveis. As academias, igrejas, restaurantes, cafés e pizzarias retornam no dia 6 com restrições impostas em decreto. 

    Os integrantes do grupo de risco permanecem em trabalho “Home Office” até o primeiro dia de agosto. O uso de máscaras em espaços públicos permanece 

    São Gabriel da Cachoeira

    O município contabiliza 2.703 casos e 44 mortes durante a pandemia. A cidade aderiu ao Lockdown. O momento agora é de proteção e medidas para diminuir a curva da transmissão do vírus. Ações no município que estão em destaque busca proteger a população.

    O município aderiu ao Lockdown no início da pandemia
    O município aderiu ao Lockdown no início da pandemia | Foto: reprodução

    Com o objetivo de fazer com que os moradores do município cumpram o decreto da Prefeitura para o toque de recolher, a Guarda Municipal realiza rondas recorrentes pelo comércio local, a fim de garantir que todas as atividades comerciais sejam encerradas a partir das 18h.

    As farmácias do município foram reabastecidas com 70 mil itens, afim de atender a demanda com a procura de medicamentos.

    Os dois hospitais de guarnição do Exército de Tabatinga e São Gabriel da Cachoeira, de janeiro a abril de 2020 enfrentam desafios diante da pandemia mundial do novo Coronavírus. Foram contabilizados 54.134 atendimentos a indígenas, civis e estrangeiros. 

    A 2ª Brigada de Infantaria de Selva, o Hospital das Forças Armadas (Brasília-DF) e a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) visitaram a Comunidade Indígena de Iauaretê. Foram realizados atendimentos médicos (clínica geral, pediatria e ginecologia), atendimentos odontológicos e testes rápidos de detecção de COVID-19 e Malária. Além dos atendimentos e dos testes, foram doados medicamentos. 

    No dia 9 de junho, foram realizadas atividades na Comunidade Indígena de Querari, cuja etnia predominante é a Kubeo. A Comunidade de Querari, com 250 indígenas, localiza-se próximo ao 2º Pelotão Especial de Fronteira e fica a 340 quilômetros, em linha reta, de São Gabriel da Cachoeira.

    Parintins

    A cidade dos bois bumbás precisou se reinventar nesse período em que seria realizado o Festiva Folclórico de Parintins. O boletim segue com 2.550 casos de Coronavírus e 78 mortes. 

    Parintins é a quinta cidade com mais casos de Covid-19
    Parintins é a quinta cidade com mais casos de Covid-19 | Foto: Divulgação

    Foi implantado um novo protocolo para reforçar o processo de tratamento de pessoas contaminadas. O prefeito de Parintins, Bi Garcia, anunciou no mês de maio a distribuição de 1.600 kits de medicamentos a pacientes positivados com o vírus.

    Os kits eram compostos por azitromicina, evermectina, prednisolona e paracetamol. A medicação estava destonada ao tratamento domiciliar e seguiu protocolos estabelecidos por órgãos de saúde internacionais. 

    A cidade ultrapassou a marca de mais de 3 mil testes rápidos realizados, por isso, o aumento em cadeia no número de novos casos. O secretário de Saúde, Clerton Rodrigues, informa que é fundamental que as pessoas procurem as unidades de referência para síndromes respiratórias.

     "A recomendação é que as pessoas só realizem o teste a partir do oitavo dia de sintomas do Coronavírus para que não ocorra falsos negativos. É importante esclarecer isso para que a população entenda que há critérios para a testagem", ressaltou.

     Leia mais:

    Amazonas registra o maior número de mortes por Covid-19 em uma semana

    Três cidades do interior do AM têm alto índice de mortes por Covid-19

    Assista ao Web TV News na Web TV Em Tempo:

    Confira dicas de prevenção ao coronavírus:

    Coronavirus

    >