Fonte: OpenWeather

    Auxilio


    Começou a mudança dos Moradores da etapa A do 'Manauara 2'

    O programa habitacional, Manauara 2, já esta sendo entregue nos meses de julho e agosto respeitando as regras de isolamento social devido ao coronavírus

     O programa habitacional da Prefeitura de Manaus, Manauara 2, entregou a etapa A para 500 beneficiados
    O programa habitacional da Prefeitura de Manaus, Manauara 2, entregou a etapa A para 500 beneficiados | Foto: Altemar Alcantara / Semcom

    Manaus - O programa habitacional da Prefeitura de Manaus, Manauara 2, entregou a etapa A para 500 beneficiados. A mudança se inicia essa semana após a assinatura do contrato e recebimento das chaves no final de junho. Mas por razão do distanciamento social em vigor, por causa do Covid-19, os beneficiários foram divididos em grupos e têm prazo de até 30 dias para realizar suas mudanças, entre os meses de julho e agosto, cada morador tem a data previamente definida.

    A ocupação dos apartamentos do Cidadão Manauara 2 foi recebida com muita alegria e gratidão pelos beneficiários.

    “Parece um sonho. Estou muito feliz com essa conquista da casa própria”, disse o autônomo Eldo Albuquerque, 34, que estava em aperto financeiro para pagar aluguel de imóvel no bairro Petrópolis, zona Sul. “Com essa pandemia, eu estava prestes a entregar o aluguel e ir morar na casa de algum parente. Chegou em ótima hora”, comemorou Eldo, que, com a ajuda das duas filhas e esposa, faz a mudança para o residencial.

    Os moradores têm apoio do Escritório de Atendimento Local (EAL) para garantir orientação e suporte, como acompanhamento no recebimento do imóvel e suporte assistencial, funcionando de 8h às 14h até sexta-feira. A partir do dia 13 de julho, o horário será de 13h às 17h, às terças e quintas-feiras. 

    Apoio social

    O sonho da casa própria é acompanhado de um amplo plano de trabalho social, para que os futuros donos de seus apartamentos possam ter o melhor uso e maior benefício do empreendimento. 

    Mais de 28 mil famílias manauaras já foram beneficiadas nos últimos anos
    Mais de 28 mil famílias manauaras já foram beneficiadas nos últimos anos | Foto: Altemar Alcantara / Semcom


    Os 500 futuros novos moradores da etapa A do residencial Cidadão Manauara 2 ainda receberão mais cursos e palestras de orientação até o fim do ano, enquanto realizam o processo de mudança. “Os beneficiários terão ainda que fazer assembleia para eleição do síndico e conselho fiscal e receberão informações sobre manutenção preventiva da moradia, dos equipamentos coletivos e sistema de água, esgoto, coleta seletiva e de aquecimento solar”, explicou a assessora técnica Lídia Furtado

    Em novembro, terão acesso ainda a cursos de informática, idiomas, maquiagem, artesanato e de agente de portaria, e em dezembro, participam de mutirões com temas focados em políticas públicas de educação, desenvolvimento urbano, assistência social, cultura, esporte, meio ambiente e outros. Em paralelo, serão realizadas atividades lúdicas e serviços de saúde e assistência social. 

    Programa de habitação

    Mais de 28 mil famílias manauaras já foram beneficiadas nos últimos anos pelos projetos habitacionais da Prefeitura de Manaus, coordenados pela Vpreshaf. As famílias são integrantes do processo de seleção pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”. Ainda seguem em obra pelo município, outros 500 apartamentos populares do Cidadão Manauara 2, etapa B.

    Por determinação do prefeito Arthur Virgílio Neto, os moradores dessas unidades estão isentos do pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI). Da mesma forma, também foram isentos de taxas e impostos de algumas instituições cooperadas, para que consigam recursos junto à Caixa Econômica, para construir mais habitações.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Residencial Cidadão Manauara 2 chega a 50% das obras na etapa B

    Complexo viário com infraestrutura moderna é inaugurado em Manaus

    Covid: Prefeitura leva serviços de saúde a ribeirinhos do Rio Amazonas