Meio Ambiente


Com o isolamento, cresce o hábito de cultivar plantas em casa

As plantas conquistaram mais espaço nas residências, sendo para os cultivadores, ocupação, prazer e terapia

A arquiteta, Irene Masullo, possui um jardim de plantas de sombra no apartamento em que mora
A arquiteta, Irene Masullo, possui um jardim de plantas de sombra no apartamento em que mora | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

Manaus- Nesse segundo trimestre, de acordo com floristas locais, aumentou o número das vendas de plantas de sombras, espécie que não precisa da luz solar direta para viver, ou seja, que  são ideais para serem criadas dentro de casa. O cultivo é uma maneira de ocupação, prazer e terapia para ajudar no período de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

O cheiro, a cor e a beleza das plantas invadiram muitas casas durante a quarentena. Suculentas, carnívoras, medicinais e plantas para jardim colocadas em um vaso, além de decorar, auxiliam na limpeza do ambiente.

Hábito e paixão

Arquiteta e urbanista, Irene Masullo se rendeu ao hábito do cultivo. Em entrevista ao EM TEMPO, Irene explicou que sempre admirou plantas, inclusive tentou criar cactos, os regando frequentemente e eles acabaram morrendo. Depois desse fracasso, durante uma caminhada na rua, decidiu cultivar um galho da espécie Jiboia e se encantou pelo ato. Com o isolamento, a arquiteta dobrou o número de plantas que já possuía.

"Sou mãe de dois meninos e de uma floresta particular em tempo integral”, contou Irene
"Sou mãe de dois meninos e de uma floresta particular em tempo integral”, contou Irene | Foto: Lucas Silva/Em Tempo

“Com o tempo livre em casa pude dar mais atenção às plantas e cultivar muitas outras. Fui descobrindo quais eu mais gostava e como elas se adaptavam aos ambientes. Foi uma verdadeira dança de vasos. Uma semana, a planta ficava na sala, e se ela não gostasse, trocava para o banheiro ou varanda, até achar um lugar que ela crescesse e ficasse bem. Hoje tem plantas em todos os ambientes da casa. Sou mãe de dois meninos e de uma floresta particular em tempo integral”, contou Irene.    

As favoritas da arquiteta são as jiboias, porém, ela possui um jardim de plantas de sombra, afinal, Irene mora em apartamento. Para ela, não foi fácil cuidar de algumas, mas assim que entendeu o que cada precisava, tudo deu certo.

“Evito comprar plantas que precisem de muitos cuidados agora, porque é difícil lembrar no meio de tantas qual molhei hoje ou não. Todos os ambientes do apartamento têm um pouquinho de verde. Elas deram a nossa casa, a sensação de aconchego. Amo vê-las crescendo e saber que é com o meu cuidado”, confessou.

Empreendedorismo das plantas

Suzy, transformou o hobby em negócio
Suzy, transformou o hobby em negócio | Foto: Arquivo Pessoal

A especialista em Marketing e jardineira Suzy Caroline Braga, sempre foi motivada pela família a criar plantas. Desde pequena, ela foi ensinada a reservar tempo para preparar terra, fazer troca de vaso, fazer mudas e plantar novas flores. Segundo ela, com o passar dos anos, se viu fazendo as mesmas coisas e resolveu fazer disso um negócio em meio a pandemia. Dona do perfil no Instagram “Selva no Ape”, Suzy comercializa plantas e dá dicas de como cuidar delas em casa.

“Cultivar é um momento de relaxamento, meditação e de contato com a natureza. É fundamental trazer o natural para dentro de casa. Plantas cultivadas em casa produzem oxigênio e são grandes purificadoras de ar. Filtram uma série de agentes químicos, que são nocivos para nossa saúde”, explicou a especialista em jardinagem.

Manaus- AM, 10.07.2020. Cresce o hábito de cultivar plantas em casa com a pandemia. Foto: Lucas Silva.
Manaus- AM, 10.07.2020. Cresce o hábito de cultivar plantas em casa com a pandemia. Foto: Lucas Silva. | Foto: Lucas Silva

De maneira espontânea, Suzy começou a falar de plantas em seu perfil nas redes sociais e verificou a necessidade das pessoas em ter contato com o meio ambiente. Na entrevista, a especialista contou que as pessoas procuraram um novo hobby, buscavam informações de valores, e onde podiam comprar em Manaus. Foi quando surgiu a ideia de empreendedorismo.

“Não vendo plantas apenas, eu informo as pessoas que estão comprando como cuidar. A ideia é multiplicar o verde na casa das pessoas de maneira simples e prática. Nosso propósito não é apenas vender, afinal isso elas podem conseguir em qualquer outra floricultura. Existem todo um preparo com as plantas. Inclusive meus clientes no ato da compra ganham um folheto informativo de como cuidar e manter viva seus cultivos”, contou Suzy.

Plantas para Apartamentos

Suzy, transformou o hobby em negócio
Suzy, transformou o hobby em negócio | Foto: Arquivo Pessoal

Listamos algumas espécies de plantas ideais para serem cultivadas em ambientes internos e que não precisam ser regadas diariamente: espada de São Jorge, Santa Bárbara, Coroa, Dinamarquesa, Dracena, Aglaonema (conhecida como cafezinho de salão), Pacová, Jiboia e a Clorofito

| Foto: Lucas Silva


Leia Mais:

Filhote de onça-pintada é resgatado no Careiro-Castanho 

Número de casos de malária diminui em 17,55% no Amazonas

Aplicativo da FPF Techdetecta febre e sintomas da Covid-19