Fonte: OpenWeather

    TRAGÉDIA


    Paralisado, jovem assiste irmão adolescente morrer afogado, no AM

    A vítima não sabia nadar, escorreu e caiu em uma lagoa que servia como tanque para criação de peixes

    Jovem morreu em área turística conhecida por lagoas de cor azulada
    Jovem morreu em área turística conhecida por lagoas de cor azulada | Foto: Divulgação

    Manaus - O passeio de uma igreja evangélica acabou em tragédia, no município Presidente Figueiredo (AM). O estudante Rafael da Silva (idade não informada) estava acompanhado da família em uma chácara na Comunidade Boa Esperança quando escorregou de um barranco e caiu em um lago. Por não saber nadar, o adolescente se afogou e acabou morrendo no local. A cena foi assistida por seu irmão de 16 anos, que, paralisado, não conseguiu ajudar a vítima. A fatalidade aconteceu no sábado (18). 

    O incidente ocorreu no km 120, da rodovia BR 174. É o endereço da comunidade Boa Esperança, onde o passeio da igreja estava planejado. Participava do evento, a família de Rafael, com residência no bairro Grande Vitória (Zona Leste de Manaus)

    De acordo com o relato dos presentes, a vítima escorregou de um barranco com argila e caiu dentro de uma lagoa profunda. Sem saber nadar, o jovem se debateu até ir a óbito.

    | Foto: divulgação

    A região é conhecida por ter diversas lagoas com águas azuladas exploradas turisticamente e por ter diversos produtores rurais que exploram a piscicultura, ou seja, criam peixes na área. Na chácara onde ocorreu a tragédia, existem vários tanques utilizados como criadouros de peixes. Foi em um deles que Rafael morreu.

    A ocorrência foi registrada na 37.ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Presidente Figueiredo. O Instituto Médico Legal foi acionado para remover o corpo do adolescente. As situações da morte de Rafael serão apuradas por agentes do distrito policial.

    Leia mais

    Você viu Dante? Dona procura por cão que correu após ser atropelado

    Professores e pedagogos anunciam estado de greve contra volta às aulas