Fonte: OpenWeather

    Solidariedade


    Campanha solidária visa arrecadar fundos para criança com doença rara

    A criança de quase dois anos tem AME e precisa de tratamento. Sem dinheiro, os pais fazem vakinha nas redes sociais com o intuito de arrecadar o valor necessário para o feito

    Prestes a completar 2 anos de idade, Isadora, precisa tomar o remédio mais caro do mundo
    Prestes a completar 2 anos de idade, Isadora, precisa tomar o remédio mais caro do mundo | Foto: Reprodução/Instagram

    Manaus- A pequena Isadora Thury é amazonense, tem um ano e nove meses de idade e possui uma doença rara, conhecida como Atrofia Muscular Espinhal (AME). Após o diagnóstico de Isadora, sem dinheiro necessário para o tratamento, os pais começaram uma campanha virtual que já conseguiu um alcance internacional. O EM TEMPO entrevistou a família para saber mais sobre o caso.

    AME, é uma doença rara e degenerativa. Atua de maneira progressiva e tende a acabar com todos os movimentos e a força da criança até que ela não consiga mais ter o comando dos movimentos para fazer atividades comuns como comer e até mesmo respirar. Este mal acaba causando a morte. Isabela Thury, mãe da Isadora, explicou sobre as limitações da criança e o que ela precisa para ficar melhor.

    “Essa doença é muito cruel. A medicação que queremos comprar corrige a falha genética, dando a criança uma vida mais próxima ao ‘normal’. Embora acreditemos que Deus lhe dará a cura por inteiro, estamos cientes que essa não é a promessa do medicamento. Ela precisa tomar uma única dose de um remédio, na verdade é uma terapia genética, e o pré-requisito principal pra tomar essa medicação é ter menos de dois anos de idade. Temos três meses pra conseguir o Zolgensma que custa 2.2 milhões de dólares e no Brasil não há remédios e nem tratamento para esta doença”, falou a mãe.

    | Autor:
     

    Desafio nas redes

    A família e amigos de Isadora motivam todos aqueles que querem ajudar de alguma forma. Segundo os cálculos realizados pelos pais, eles precisam que 120 mil pessoas que doem R$ 100 ou de 200 mil doadores que colaborem com 60 reais. A ideia é arrecadar o mais rápido possível o valor necessário para salvar a vida de Isadora, antes que ela complete dois anos.

    “Por favor, participe do nosso desafio. Precisamos de doações. Não importa o valor. Mas se você quiser participar do nosso desafio, vá ao nosso perfil do Instagram @ameisadorathury, marque três amigos para fazer as doações assim como você. Deixe que o vírus do amor contamine você e faça parte desse milagre”, declarou a mãe Isabela.

    Dados oficiais

    Quem quiser doar, a bebê Isadora tem contas em bancos diferentes. O nome é ISADORA SAMPAIO THURY, CPF: 075807812-98. No Banco do Brasil a agência é 3378-2, Conta poupança 39063-1, variação 51; No Banco Bradesco, a agência é a  0482, conta poupança, 1004863-0.

    | Autor:
     

    Você também pode doar pelo banco da Caixa Econômica, na agência 2987, operação 013 e conta poupança 49187-4; no Banco Itaú, a agência é 7221, conta poupança 29718-2/500. O endereço da vakinha on-line é vaka.me/831534.

    Quem estiver fora do país, também, pode doar por meio da conta PAYPAL - [email protected], usuário ( Isabella Sampaio Thury ). No PICPAY o endereço é  ameisadorathury. 

    Leia Mais:

    Famílias do Monte Horebe iniciam renovação do bolsa-moradia, em Manaus

    Veículos clandestinos em Manaus ameaçam saúde de passageiro

    Ruas do Cacau Pirêra, no AM,estão intrafegáveis devido a lama e buracos