Fonte: OpenWeather

    Turismo


    Operadores de turismo regularizados cresce mais de 24%

    O registro é opcional e gratuito. Saiba como se cadastrar na matéria:

     O número de prestadores de serviços do Amazonas cadastrados no sistema Cadastur aumentou mais de 24% no primeiro semestre deste ano
    O número de prestadores de serviços do Amazonas cadastrados no sistema Cadastur aumentou mais de 24% no primeiro semestre deste ano | Foto: Janailton Falcão

    Manaus- O número de prestadores de serviços do Amazonas cadastrados no sistema Cadastur aumentou mais de 24% no primeiro semestre deste ano. Segundo a chefe do Departamento de Registro e Fiscalização (DRF), Giovanna Tapajós, o cadastro garante diversas vantagens e oportunidades aos cadastrados e é, também, uma importante fonte de consulta para o turista. É por meio do e-mail, telefone e endereço informados no registro do Cadastur que os turistas entram em contato com os prestadores de serviço.

    O programa é executado pelo Ministério do Turismo, em parceria com a Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur) e órgãos oficiais de turismo dos outros 25 estados e do Distrito Federal.

    “O prestador sai do anonimato e da ilegalidade, e usufrui de uma ampla e gratuita divulgação mundial através do Cadastur. Além de poder ter acesso a financiamento em bancos oficiais, programas de qualificação promovidos em modalidade EAD (Ensino a Distância) e gratuitos voltados para suas atividades, apoio em eventos, feiras e ações do Ministério e incentivo à participação em programas e projetos do Governo Federal”, destaca a chefe do Departamento de Registro e Fiscalização (DRF), Giovanna Tapajós.

    O registro é opcional e gratuito para atividades em casas de espetáculo; centros de convenções; empreendimentos de entretenimento, lazer e parques aquáticos; empreendimentos de apoio ao turismo náutico ou à pesca desportiva; locadoras de veículos para turistas; prestadoras de serviços de infraestrutura para eventos; prestadoras especializadas em segmentos turísticos; restaurantes, cafeterias; bares e similares.

    O registro é válido por dois anos no caso das pessoas jurídicas e cinco anos para os guias de turismo. Tanto a renovação quanto o cadastro são gratuitos. Para mais informações, acesse: cadastur.turismo.gov.br.


    Leia mais:

    Povos da Amazônia e Palácio Rio Negro reabrem para visitação no AM

    Vídeo: Zoológico do Cigs é espaço de lazer em Manaus

    Pesquisa sobre o turismo no Amazonas será lançada em agosto