Manifestação


Família de amazonense morta na Holanda quer trazer corpo para Manaus

Em um ato pacífico, os familiares e amigos levaram cartazes e faixas, que possuíam fotos de Alice e frases com o pedido de Justiça. Ao som de louvores, a manifestação também foi marcada pela comoção

Ao som de louvores, a manifestação também foi marcada por orações e comoção
Ao som de louvores, a manifestação também foi marcada por orações e comoção | Foto: Daniel Landazuri

Manaus - Familiares e amigos de Alice Victoria Albuquerque, de 15 anos, assassinada na cidade de Rotterdam, na Holanda, realizaram uma manifestação, na manhã deste domingo (16), com objetivo de chamar atenção das autoridades brasileiras para que o corpo da adolescente seja transladado até a capital amazonense. O ato aconteceu por volta das 10h, no Largo São Sebastião, no Centro de Manaus. 

"Queremos que o Itamaraty e outros órgãos públicos brasileiros nos ajudem a trazer o corpo da Alice, para que seja feito o sepultamento aqui em Manaus. O corpo ainda está em um necrotério na cidade onde ela morava. Lá eles não fazem enterros, eles fazem a cremação. Nós não queremos as cinzas da Alice, queremos nos despedir e enterrá-la de forma digna", relatou a tia da adolescente, Ednelza Albuquerque. 

Manifestação também foi marcada pela comoção
Manifestação também foi marcada pela comoção | Foto: Daniel Landazuri

No total, a mobilização contou com aproximadamente 50 pessoas, segundo a Polícia Militar. Em um ato pacífico, os familiares e amigos levaram cartazes e faixas, que possuíam fotos de Alice e frases com o pedido de Justiça. Ao som de louvores, a manifestação também foi marcada por orações e comoção. 

"A Alice era uma menina sonhadora, queria ser advogada. Uma aluna que se destacava, ela era amada por muita gente e precocemente teve a vida tirada. Queremos que a Justiça lá na Holanda seja feita e que essa garota, que fez isso com a Alice, fique presa por muito tempo", disse o tio Edvar Albuquerque. 

As autoridades brasileiras ainda não se manifestaram sobre o pedido
As autoridades brasileiras ainda não se manifestaram sobre o pedido | Foto: Daniel Landazuri


O caso

Alice Albuquerque foi assassinada, na última quarta-feira (12), na cidade de Rotterdam, na Holanda. A amazonense foi morta a facadas por outra adolescente, de 16 anos, com quem estudava na mesma escola. 

Sites de notícias informaram que a adolescente e sua amiga não estavam se falando. A vítima foi até a casa da amiga, onde foi chamada para que fizessem as pazes e acabou morta com diversas facadas. Há informações ainda, não confirmadas, de que a mãe da menina que a atacou teria participado da agressão. 

Veja a live no local da manifestação


Leia mais 

Adolescente amazonense é morta a facadas na Holanda

Protesto é marcado por cruzes nas escadas do Teatro Amazonas em Manaus

Colegas de farda e familiares prestam homenagens a PM morto no AM