Fonte: OpenWeather

    Vamos ajudar?


    Família faz arrecadação para tratamento de irmãos em Manaus

    Tratamento de fisioterapia intensiva dos pequenos guerreiros Henrique e Louise é caro e família pede ajuda

    Além da arrecadação on-line, a família também fará uma feijoada beneficente em setembro
    Além da arrecadação on-line, a família também fará uma feijoada beneficente em setembro | Foto: Reprodução

    Manaus - O nascimento de Henrique e Louise trouxe muita alegria na vida do casal Ruan Costa e Nayara Ketlen, que moram no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Os pais, justamente com a família, estão realizando uma arrecadação on-line para a fisioterapia intensiva das crianças, que nasceram prematuras e seguem em tratamento. 

    As crianças nasceram de 28 semanas, no início dos seis meses de gestação. Por serem prematuros, tiveram que permanecer na incubadora para finalizar a formação. 

    A mãe, Nayara Ketlen, explica que os filhos tiveram hemorragia na cabeça. Louise chegou ao grau 2, mas absorveu e Henrique chegou até grau 4, que é irreversível e não absorveu. O menino teve hidrocefalia, mas não precisou de válvula.

    "Minha filha com um mês e meio saiu a maternidade, porém, o menino ficou por três meses e meio. Ele era o menor, e teve infecção generalizada, fungo, bactérias, depois os dois ao mesmo tempo", explicou.

    Esta é a pequena guerreira Louise
    Esta é a pequena guerreira Louise | Foto: Reprodução

    A família conta ainda que Henrique teve uma perfuração no intestino, hemorragia no pulmão e na cabeça, convulsão, passou por transfusões de sangue e por uma cirurgia no intestino com 98% de chance de morrer. O pequeno guerreiro ainda fez duas cirurgias para colocar acesso venoso central.

    "Ele nunca teve problemas com o acesso, graças a Deus! Muitos bebês da UTI morreram de trombose por conta desse acesso", declarou a mãe emocionada. 

    O tratamento

    As crianças necessitam de um tratamento intensivo e especial. Eles cresceram, mas não sentavam. Henrique, por conta da hidrocefalia, foi encaminhado à fisioterapia precoce ainda dentro da maternidade em que nasceu.

    Este é o pequeno guerreiro Henrique
    Este é o pequeno guerreiro Henrique | Foto: Reprodução

    "Ele ainda aprendeu a sentar com o apoio, mas nunca sozinho e nem a Louise. Achávamos que era normal, que cada criança se desenvolve no seu tempo, mas não. A situação era mais crítica do que imaginávamos", disse Nayara. 

    O método que as crianças precisam é chamado de Neuro evolutivo - Bobath, que é uma abordagem terapêutica para a solução de problemas, avaliação e reabilitação de pacientes de todas as idades que apresentem distúrbios de controle postural, movimento e função causados por fisiopatologia do Sistema Nervoso Central.

    A família informou que apenas duas clínicas em Manaus trabalham com o método que eles precisam. "Precisamos de 20 mil até o final do ano para que eles façam o tratamento", disseram os pais. 

    Feijoada Beneficente

    Feijoada também será um meio de arrecadar dinheiro para o tratamento
    Feijoada também será um meio de arrecadar dinheiro para o tratamento | Foto: Reprodução

    No próximo dia 13 de setembro, os pais, familiares e amigos dos pequenos guerreiros realizarão uma feijoada beneficente. O evento iniciará às 11h e segue até às 18h.

    O evento terá pagode, DJ, forró e MPB como atrações culturais. A feijoada será self-service e delivery. O local contará com espaço kids e piscina. O valor da feijoada é R$ 30. 

    Para quem deseja participar basta entrar em contato pelo telefone (92) 98228 2236 ou acessar a conta no Instagram: @henrique_louise

    Para contribuir com a vakinha on-line, basta clicar aqui e fazer sua doação. 

    Leia mais:

    Motorista, vítima de sequestro, é resgatado pela PM em Manaus 

    Incêndio de grandes proporções destrói casa em Manaus 

    PC pede ajuda pra localizar idoso que desapareceu na zona Sul