Pesca


Terminal Pesqueiro do Amazonas é vistoriado nesta quinta-feira (3)

A ação tem como objetivo verificar as condições atuais do equipamento público e transformá-lo em um polo de referência na geração de emprego e renda

Vistoria técnica no Terminal Pesqueiro Público de Manaus ocorreu na madrugada desta quinta-feira (3)
Vistoria técnica no Terminal Pesqueiro Público de Manaus ocorreu na madrugada desta quinta-feira (3) | Foto: Divulgação

Manaus- Vistoria técnica no Terminal Pesqueiro Público de Manaus ocorreu na madrugada desta quinta-feira (3). A ação tem como objetivo verificar as condições atuais do equipamento público e transformá-lo em um polo de referência na geração de emprego e renda no Amazonas e modelo para o restante do Brasil.

Segundo o deputado Álvaro Campelo, essa é uma iniciativa estratégica para o desenvolvimento do setor. “A importância de ter representantes do Governo Federal no terminal Pesqueiro é muito grande. Há dez anos, o local está abandonado e servindo para outros fins, como para a exploração sexual de crianças e adolescentes e para o tráfico de drogas. O objetivo é transformar o terminal pesqueiro em um grande polo de geração de emprego e renda para o nosso povo", garantiu o deputado.

O Secretário de Aquicultura e Pesca do Governo Federal, Jorge Seif, avaliou como positiva a ação e afirmou que o Terminal Pesqueiro será um modelo para o restante do Brasil. “A minha alegria por um lado é ver que muitos trabalhadores, pessoas envolvidas com a pesca e suas famílias, estão desenvolvendo suas atividades aqui. Muitos terminais no Brasil estão sem funcionar, sem servir os pescadores, e uma parceria com Ministério da Economia, Ministério da Agricultura, Ministério do Turismo e Governo do Estado, queremos profissionalizar e dar a infraestrutura que a população do Amazonas merece, respeitando o pescador, respeitando a cadeia produtiva e apoiando essa importante atividade econômica do estado” afirmou.

*com informações da assessoria

Leia mais:

Golfinhos morrem em área de vazamento de petróleo nas Ilhas Maurício

Auxílio defeso para pescadores pode estar ameaçado

Pessoas trabalhando nas ruas cresce 120% em oito anos, no Amazonas