Aniversário


Amazonas EM TEMPO: 33 anos de história e informação de qualidade

Veículo de comunicação comemora mais um ano de aniversário marcado pelo avanço tecnológico e pela alta da audiência

Manaus 03.09.2020. Em Tempo 33 anos. Foto: Lucas Silva | Foto: Lucas Silva

Manaus -33 anos, no dia 6 de setembro de 1987, Jornal Amazonas EM TEMPO era inaugurado em Manaus.  Com o propósito de levar informação com credibilidade e qualidade ao público brasileiro, o jornal atualmente, por meio de suas plataformas digitais, é capaz de alcançar os mais diversos públicos, sem nenhum tipo de distinção. Idealizado pelo empresário Marcílio Junqueira e pela jornalista Hermengarda Junqueira, e tendo como editor o jornalista Cláudio Honorato, o EM TEMPO nascia para fazer história na comunicação do Amazonas.

Em sua primeira edição, havia quatro cadernos, com 16 páginas, nas editorias de Política, Economia, Internacional, Cidades, Esportes e  Cultura. Aos poucos, o Grupo Raman Neves (que também é responsável pela TV Norte e pela Rádio Nativa) aderiu ao mundo digital e foi conquistando, além do público amazonense, pessoas do mundo todo, por meio do Portal e da Web WebTV, um dos projetos mais recentes da Rede de Comunicação.

Hoje, os leitores podem contar ainda com o jornal impresso digital, de maneira fácil e gratuita, o que ajudou a elevar o alcance do público, conforme explica o diretor administrativo, Luiz Otávio Neves, que também conta que não há progresso sem dificuldade, mas que todas elas conseguiram ser superadas.

A redação trabalha em ritmo intenso diariamente
A redação trabalha em ritmo intenso diariamente | Foto: Lucas Silva

"As dificuldades que nós vimos no início foi a acessibilidade. Como é que nós atingiríamos uma parte maior da população, um de nossos objetivos, como tornaríamos o acesso ao jornal impresso tão grande quanto o do portal,  uma coisa mais fácil, rotineira, e que se tornasse habitual. Uma das grandes sacadas foi o jornal digital, que é o jornal impresso enviado em PDF para o WhatsApp dos nossos assinantes, de forma totalmente gratuita. É algo que você compartilha com mais facilidade e atrai uma geração de pessoas mais novas que achava que o jornal impresso era para as pessoas mais maduras", afirma Luiz Otávio. 

Luiz diz que seu maior orgulho é ver que toda a equipe caminha junto em busca do progresso. É possível ver uma troca de experiências entre os jornalistas mais jovens e os mais experientes, com grande senso de companheirismo, pelo propósito de levar a informação correta. 

"A equipe sempre quer mais, nós sempre estamos em busca de algo maior. Uma coisa que eu gosto muito de ver é a harmonia e o compartilhamento de experiências, que vai desde os jornalistas mais experientes aos que ainda estão na faculdade de jornalismo, que estão aprendendo, estão vindo com uma outra cabeça, uma mente mais aberta. Ao mesmo tempo, ver que os jornalistas que já estão nesse ramo há décadas, também têm uma cabeça muito aberta para aprender, se adaptar e evoluir", relata.

Oportunidades de crescimento

O EM TEMPO foi o primeiro a lançar uma editoria de Cultura, que antes tinha o conteúdo publicado em Cidades, e uma editoria de Economia, exclusiva. Também foi o pioneiro na impressão em cores, enquanto os outros contavam apenas com uma capa colorida.

A jornalista Gláucia Chair, diretora de redação, participou do processo de convergência entre o jornal impresso e o novo portal, além de poder trabalhar na implementação da Web TV e diz que sente orgulho de ter participado desse período de mudanças. Ela conta que trabalhar no EM TEMPO lhe deu a chance de aprender mais e viver novas experiências na área. 

Gláucia Chair se orgulha do trabalho feito na redação do jornal, sob seu comando
Gláucia Chair se orgulha do trabalho feito na redação do jornal, sob seu comando | Foto: Lucas Silva

"O jornal me deu muitas oportunidades e eu sou muito grata por isso. Eu entrei em um momento em que o EM TEMPO estava numa virada de página para o digital de forma muito intensa. Conseguimos fazer essa convergência sem deixar o impresso perder sua força, ao mesmo tempo que fortalecemos as plataformas digitais, com um portal que hoje é um dos mais acessados da região. Lançamos também a TV WEB que tem contribuído com projetos inovadores na internet da região, como o recente programa 'Amazonpedia", vídeos da Amazônia produzidos de forma leve e descontraída como devem ser produtos para internet, porém, com informações de qualidade. Hoje temos uma redação completamente alinhada com essa cultura da convergência, em que os conteúdos são distribuídos em multiplataformas", declara.

Para o jornalista Emerson Quaresma, editor dos cadernos de política e economia, o EM TEMPO é uma grande escola. "Eu comecei no jornal em 2005. Embora ainda estivesse na faculdade, eu aprendi nessa redação como era o ritmo e a vivência de um jornal profissional, o que não vivi na faculdade, na época em que cursei Jornalismo. Acabei sendo reconhecido pelo mercado para trabalhar em outros setores da comunicação, a partir da vitrine que tive como profissional da redação. Querendo ou não, o Amazonas em Tempo, em meio a tantas mudanças em que o digital começa a prevalescer cada vez mais, diante do analógico, ainda é um jornal que se mantém como uma casa de aprendizagem. Em meio as dificuldades que existem na comunicação, jornalistas que passaram por aqui ganharam destaque e hoje seguem em suas carreiras".

Emerson Quaresma ganhou dois prêmios com matérias produzidas para o EM TEMPO. " Retornei para redação do EM TEMPO, em 2014, quando me reencontrei com redação de jornal impresso. Nesse período de novas aprendizagens, eu consegui me fortalecer mais como jornalista e consegui fazer grandes reportagens. Fui premiado com uma matéria que mostrava a escravidão contemporânea, no trabalho que verificamos em olarias de Iranduba. Nesse trabalho fomos reconhecidos pelo "Prêmio MPT de Jornalismo". No ano seguinte, na cidade de Barcelos, fui premiado também mostrando a escravidão contemporânea com o trabalho dos piaçabeiros e pescadores artesanais. Ai veio meio segundo grande prêmio na redação do EM TEMPO. Hoje vejo um pouco de mim com vários jornalistas novos que vejo chegando à redação. Doamos muito de nós a essa meninada nova que chega com o sonho de ser jornalista".

O editor-chefe do jornal AGORA, André Moreira, trabalha na redação do jornal há quase uma década. Ele, que já foi repórter, subeditor, editor e hoje comanda o tabloide do grupo, conta que a empresa promove oportunidades de crescimento profissional, além de sentir que seu trabalho foi prestigiado durante todos estes anos. 

"O jornal abriu um leque de opções para a minha profissão. Eu já trabalhava na área de comunicação, era cinegrafista, mas essa descoberta de se dedicar e aprender a escrever foi o jornal que me ensinou. Eu caminhei por uma editoria que eu digo que é a melhor do jornal, que é a de esportes. Foi a minha escola, depois fui para Polícia, dei uma caminhada em Economia e Política. Eu amo trabalhar aqui, é a minha segunda casa. Eu já recebi oportunidades de sair daqui várias vezes, mas nunca aceitei", conta André.

André Moreira está na redação há quase 10 anos
André Moreira está na redação há quase 10 anos | Foto: Lucas Silva

Lucas Araújo, estudante do 4º período de jornalismo, é estagiário do Portal EM TEMPO e teve a oportunidade de aprender cada vez mais com a equipe. "Estou conhecendo o cotidiano dos jornalistas num ambiente de trabalho onde posso tirar dúvidas e me sentir parte da equipe. O Portal EM TEMPO me fornece descobertas e aprendizado sempre alinhado a ética da profissão", relata.

Expectativas para o progresso

O programa Amazonpedia, a enciclopédia on-line da Amazônia, que apresenta pontos culturais e turísticos da região, é uma das maiores apostas da WebTV. Sucesso de audiência, é apresentado no Canal do EM TEMPO no YouTube, as quartas-feiras e aos sábados, às 18hrs. Para Luiz Otávio, o principal objetivo do programa é mudar a visão pejorativa que diversos brasileiros ainda tem da região amazônica, mostrando muito mais do que apenas a floresta.

"O que nós estamos querendo agora é mudar a visão que as pessoas de outros estados e de outros países têm do Amazonas. Nós queremos mostrar que o nosso estado tem estilo, arquitetura, uma culinária incrível, e nós também somos um polo econômico, nós temos empresas muito grandes que vêm para cá. O que nós queremos com o Amazonpedia é mostrar que nós estamos fiéis às nossas raízes, mas que somos um Estado preparado para o futuro, uma metrópole com um Polo Industrial e uma economia ativa", finaliza.

A Rede Em Tempo de Comunicação é composta pelos jornais impressos EM TEMPO, AGORA, Portal Em Tempo e Web TV Em Tempo. Com uma visão de futuro, a empresa investe cada vez mais em plataformas digitais, com uma redação totalmente integrada por meio de tecnologia. "Acredito que temos metas muito fortes nesse sentido, de seguirmos em frente 

Leia mais

Trabalhadores: ligação entre a Zona Franca de Manaus e a periferia

Escritores do AM criticam taxação de livros: 'Favorece analfabetismo'

Como é o fundo do Rio Negro? Imagens e descrições revelam o mistério