Tráfico de drogas


Cadela identifica mais de 100 quilos de drogas em malas

Apreensão representa um prejuízo de mais de R$ 2 milhões ao crime

A cadela Zoe faz parte da Cipcães, da Polícia Militar do Amazonas
A cadela Zoe faz parte da Cipcães, da Polícia Militar do Amazonas | Foto: Divulgação/SSP

Manaus - Durante fiscalização na noite deste sábado (5), no porto de Coari (a 363 quilômetros de Manaus), os policiais da Base Fluvial Arpão prenderam seis infratores com 103 quilos de maconha do tipo skunk armazenados em malas.

O grupo viajava de Juruá com destino à capital amazonense. Eles vão responder pelo crime de tráfico e associação para o tráfico de drogas. A apreensão representa um prejuízo de mais de R$ 2 milhões ao crime. A droga foi localizada com ajuda da cadela Zoe, da Companhia Independente de Policiamento com Cães (Cipcães), da Polícia Militar do Amazonas.

As malas, contendo o entorpecente, pertenciam a quatro mulheres e dois homens, que aparentemente não tinham relação de parentesco. Uma das mulheres estava com a filha, de apenas cinco anos. A criança foi entregue ao Conselho Tutelar de Coari. O flagrante ocorreu por volta das 22h30, quando as equipes policiais fizeram abordagem à embarcação Raiuga.

A cadela Zoe indicou uma bagagem com substância entorpecente e depois, encontrou outras seis malas. O caso foi registrado na delegacia que funciona dentro da Base Arpão. O grupo prestou depoimento e a polícia vai investigar se eles pertenciam a mesma organização criminosa e quem estava por trás do envio das drogas para a capital.

Para denunciar

A ação ocorre em conjunto com a Operação “Hórus”, um dos eixos do Programa Nacional de Segurança de Fronteiras e Divisas (Vigia), do Ministério da Justiça. Além de denúncias ao 181, o disque-denúncia da SSP, é possível repassar informações às equipes da Base através do WhatsApp (092) 98435-6203.

*Com informações da assessoria 

Leia mais:

Adolescente é apreendido com várias armas em casa no Novo Aleixo

Homem é preso com armas, drogas e mais de R$ 100 mil na Zona Norte

Compensa: dupla é detida, 'cagueta' parceiro e todos acabam presos