Remédios


Distribuição de medicamentos atende 700 pacientes no Fuam

Medicamentos que são conhecidos como de alto custo para pacientes crônicos

Medicamentos que são conhecidos como de alto custo para pacientes crônicos
Medicamentos que são conhecidos como de alto custo para pacientes crônicos | Foto: Divulgação/Fuam

Manaus- A distribuição de medicamentos do Componente Especializado da Atenção Farmacêutica (Ceaf) na Fundação Alfredo da Matta (Fuam) completa um ano com 700 pacientes atendidos. Iniciado de forma experimental em junho de 2019, o serviço foi oficialmente aberto aos usuários em agosto do mesmo ano, com o primeiro paciente recebendo medicação para acne grave.

Com a descentralização da distribuição do Ceaf pela Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), a Fuam foi a primeira fundação do Estado a realizar o serviço diretamente da Farmácia Clínica da instituição, beneficiando pacientes que fazem uso dos medicamentos antes conhecidos como “medicamentos excepcionais” ou de “alto custo”. São pacientes crônicos que normalmente possuem comorbidades e precisam de acompanhamento médico e farmacoterapêutico contínuos.

Antes da implantação do Ceaf na Fuam, o paciente precisava se deslocar até a Cema para receber a medicação. Agora, com o serviço em pleno funcionamento, é possível recebê-la na própria unidade, facilitando o acesso, diminuindo o itinerário terapêutico e viabilizando a resolução mais rápida de qualquer problema que possa acontecer na documentação necessária para dar início à dispensação do medicamento. A mudança também significa economia de tempo e recursos financeiros para os pacientes.

*Com informações da assessoria

Leia mais:

Hindus bebem urina de vaca como 'proteção' do coronavírus

Covid-19: Brasil tem 126,9 mil mortes e 4,14 milhões de casos

Suspeito de estuprar adolescente de 13 anos é preso em ramal na BR-174