Transporte público


Passageiros reclamam de superlotação em ônibus de Manaus na pandemia

O IMMU informa que os primeiros ônibus novos devem ser liberados ainda em setembro para somar com a frota

Ônibus lotado, por volta das 17h, na Av. Brasil.
Ônibus lotado, por volta das 17h, na Av. Brasil. | Foto: Vanessa Lemes

Manaus – Passageiros que utilizam o transporte público todos os dias, em Manaus, para ir ao trabalho reclamam da demora dos ônibus e da superlotação. Durante o horário de maior fluxo no trânsito, principalmente a partir das 17h, é possível ver os ônibus lotados, com passageiros ocupando, inclusive, os degraus de saída dos coletivos.

Diante da pandemia, onde cartazes são espalhados no transporte público com informações para respeitar o distanciamento de um metro, na prática é possível visualizar que essa regra não acontece.

Sobre essas questões, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram) disse que essa é a realidade dos transportes no momento. “Não há o que fazer, tendo em vista o limite da frota. Há aglomeração no transporte em todos os lugares. Todavia, desde a reabertura do comércio, não houve alteração no quadro epidemiológico”, declara o assessor jurídico do Sinetram, Fernando Borges.

Passageiros

O analista de importação Antônio Carlos Magalhães sugere algumas iniciativas para tentar solucionar o problema. “Entram e saem políticos e a situação é a mesma. A gente vê o abandono e descaso com o transporte público. Precisamos de novas concessões de ônibus, com uma boa qualidade e maior quantidade também”, avalia.

Outra reclamação trata-se da higienização do coletivo. Segunda a doméstica Lucicleide Marinho, ela não viu nenhuma diferença em relação aos cuidados com a limpeza dos ônibus durante a pandemia.

"Eu sempre usei o transporte público. Ele já vem para o bairro lotado e a gente não vê os ônibus limpos. Continua a mesma situação de antes da pandemia, tanto na limpeza como na lotação”, reclama a passageira.

"Ele já vem para o bairro lotado e a gente não vê os ônibus limpos", reclama passageira.
"Ele já vem para o bairro lotado e a gente não vê os ônibus limpos", reclama passageira. | Foto: Vanessa Lemes

Explicação

O Sinetram informou ao EM TEMPO que a frota, atualmente, está em 930 ônibus e a demanda é de 400 mil passageiros em dia útil. Antes da pandemia, a frota era de mil veículos para 600 mil passageiros por dia. Um ônibus da mesma linha, segundo o sindicato, demora de 5 minutos a 2 horas para passar, dependendo da demanda.

Em resposta às reclamações dos passageiros, Fernando alega que há necessidade de maior investimento pelo contratante.

"Não há como aumentar a frota sem aumentar o custo do serviço. Não há como aumentar a tarifa hoje, nem há estudos sobre isso. Então, teria que aumentar o repasse da prefeitura, o que também não está em estudo. Os novos ônibus que estão chegando visam renovar a frota e não aumentá-la. O aumento da frota também dependeria de um redimensionamento das operações e do sistema viário. Mais ônibus depende de mais espaço”, explica o assessor.

Em nota, o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) enviou resposta em relação aos questionamentos:

"A Prefeitura de Manaus acompanha diariamente a demanda de passageiros com o objetivo de garantir a oferta de transporte coletivo de forma segura e permanente. Na quarta-feira (9) foi feita uma operação nos 929 ônibus em Manaus", diz um trecho da nota.

Ainda conforme o IMMU, a fiscalização se mantém atenta ao fluxo de passageiros e, sempre que ocorre o aumento na demanda, as empresas de transporte coletivo são acionadas para colocar mais ônibus a fim de atender aos usuários.

"Desde o início da pandemia, no mês de março, a Prefeitura de Manaus determinou que as empresas de transporte urbano mantenham medidas para reforçar a limpeza dentro dos coletivos. Veículos que circulam no transporte público de Manaus passaram a receber higienização diária. As orientações foram encaminhadas pela Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), junto às empresas concessionárias de transporte urbano de Manaus", acrescenta o instituto.

Em relação ao aumento da frota, a Prefeitura de Manaus informou que os primeiros ônibus novos, adquiridos para renovar a frota do sistema de transporte coletivo de Manaus, já estão chegando à cidade e passam pelo trâmite burocrático de legalização dos documentos para serem entregues ainda este mês.

O Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) mantém o whatsapp 98802-3504 para receber sugestões e reclamações sobre o atendimento no transporte coletivo.

Leia mais:

Acidente de trânsito deixa motociclista ferido na AV. Efigênio Sales

Assaltantes colidem carro com micro-ônibus durante fuga em Manaus

Ônibus pega fogo em avenida na Zona Sul de Manaus; ninguém se feriu