Apagão


Ribeirinhos estão sem energia elétrica após incêndio em mata no AM

Comunidades ribeirinhas do Amazonas do lado esquerdo da margem do rio estão sofrendo com a falta de abastecimento de energia elétrica após um incêndio criminoso na região

Até o fechamento desta matéria, o problema ainda não tinha sido solucionado e os ribeirinhos denunciaram o descaso para o EM TEMPO | Foto: Arquivo Pessoal

Manaus- As comunidades localizadas à margem esquerda do rio Negro estão sem energia elétrica há 24 horas. De acordo com a denúncia, um incêndio criminoso atingiu um poste que acabou caindo e derrubando a rede condutora de energia nesta terça-feira (8). Até o fechamento desta matéria, o problema ainda não tinha sido solucionado e os ribeirinhos denunciaram o descaso para o EM TEMPO.

A dona de casa Maria Luz Silva é moradora da Comunidade Tatu e relatou que os órgãos responsáveis já foram acionados, mas até o momento não atenderam ao chamado. Enquanto isso, quem tem o motor de luz é rei na região, os outros precisam se adaptar à nova realidade do lugar.

“Alguém colocou fogo em uma região de mata verde. No local tinha vários postes de energia elétrica, como estamos no verão rapidamente tudo pegou fogo. Juntos, corremos para tentar apagar as chamas, com baldes com água. Porém, um poste incendiou e caiu, puxando todos os fios e deixando a gente sem energia. Já ligamos várias vezes, mas ninguém olha por nós”, destacou Maria.

O pescador Genivaldo Silveira mora nas proximidades do Rio Cuieiras com a família. Em entrevista ao portal, ele afirmou que a única opção que eles têm no momento é pedir ajuda da imprensa, pois sem energia até o serviço de telefonia ficou difícil. Sob a luz de velas, Genivaldo e a família esperam que o problema seja solucionado.

“Moro na comunidade há muitos anos. Eu minha esposa e meus seis filhos nunca tínhamos visto algo desse tipo acontecer, espero que tudo fique bem, e que os governantes consigam resolver isso por nós. Esse poste fica dentro do mato, acho que por isso ninguém teve coragem para vir. Mas não tem perigo não, assim que alguém chegar no local nós ajudamos a encontrar o lugar que poste estar”, declarou o pescador. 

Posicionamento da concessionária

Em nota, a Amazonas Energia informou nesta quinta-feira (10) que será enviada uma equipe as comunidades do Tatu, Tupé e até o Rio Cuieiras, para avaliar a situação e solucionar algum possível problema no tempo mais breve possível. A concessionária divulgou ainda que denúncias ou registros de ocorrência devem ser feitos nos canais atendimento disponíveis 24 horas, no call center 0800 701 3001, aplicativo ou no site. 

Leia Mais: 

Moradores do Cidade Nova realizam bazar nesta quinta-feira (10)

Fogo deixa casa destruída no São Jorge: incêndio pode ser criminoso

‘PM Sangue Bom’: projeto mobiliza policiais para doação de sangue