Benefício


Seas e Amazonas Energia realizam workshop sobre Tarifa Social

O evento possibilitou que o processo de concessão do benefício fosse explicado para 47 representantes de prefeituras do interior do Estado

O evento foi realizado no auditório da Seas
O evento foi realizado no auditório da Seas | Foto: Miguel Almeida

Com o objetivo de ampliar o número de famílias beneficiadas pela Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), a Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) em parceria com a Amazonas Energia, realizou nesta quinta-feira (10), no auditório da secretaria, na avenida Darcy Vargas, no bairro Chapada, um workshop para os gestores municipais. O evento possibilitou que o processo de concessão do benefício fosse explicado para 47 representantes de prefeituras do interior do Estado.

Na abertura do evento a secretária titular da Seas, Maricília Costa, frisou que o workshop é um importante passo para os usuários da assistência social.

“Por meio dessa parceria com a Amazonas Energia, o Estado e os municípios vão poder contemplar famílias em situação de vulnerabilidade que terão mais qualidade de vida, conforto e economia. É um grande avanço que vai beneficiar as pessoas que mais precisam”, destacou.

Cenário

Em um primeiro momento o consultor da Amazonas Energia, Flávio Neuenschwander Maciel, explanou aos participantes o impacto do projeto da TSEE para a economia do Estado e para as famílias em situação de vulnerabilidade aptas a receber o benefício.

Em seguida, as metodologias a serem utilizadas para aplicar o projeto enfatizando canais de comunicação e sensibilização junto aos grupos familiares foi o tema abordado.

Em um segundo momento, foi apresentada a plataforma tecnológica que dará suporte a metodologia para a seleção dos grupos familiares mais vulneráveis a serem contemplados pela iniciativa.

Flávio Neuenschwander Maciel explicou que a TSEE é uma política pública muito importante para o Brasil. Ele afirmou que o Amazonas hoje tem uma taxa de cobertura da ordem de 34% e a expectativa é que esse patamar seja elevado para 82% por cento.

“Nossa meta é em 12 meses de trabalho passar das atuais 160 mil famílias contempladas, para 380 mil famílias beneficiadas. Faremos isso utilizando toda uma plataforma tecnológica e a cooperação entre Estado, os municípios e a Amazonas Energia”.

Integração

A Amazonas Energia enfatizou que a partir de um trabalho coordenado a partir das informações das bases de dados dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), Governo do Amazonas, por meio da Seas e  Amazonas Energia, um conjunto de integração de dados e informações será criado e vai possibilitar a identificação e em seguida, a busca ativa das famílias a serem contempladas com o benefício.

Cooperação

O subsecretário de assistência social de Manacapuru, Jailson Araújo explicou que a iniciativa vai ter um impacto social muito significativo nas famílias em situação de vulnerabilidade. E a cooperação vai beneficiar quem realmente precisa do benefício.

“Nós temos mais de 20 mil pessoas no CadÚnico em Manacapuru e esse benefício vai chegar em boa hora.  Muitas famílias não sabem da possibilidade de ser beneficiadas pela Tarifa Social. E a Assistência Social do Estado e dos Cras permitirá que isso seja uma realidade”.

A cerimônia de abertura do evento foi realizada pelas secretárias Maricília Costa (titular), Michelle Bessa (executiva) e Andréa Cidade (adjunta) da Seas, da secretária executiva do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), Kathelen Braz, coordenadora da tarifa social da Amazonas Energia,  Jacqueliny Silva, representantes da Caixa Econômica Federal e da deputada estadual Alessandra Campelo.

*Com informações da assessoria