Celebração


Fametro celebra 18 anos com 43 cursos de graduação

Ações sociais para dar suporte à comunidade fazem parte da filosofia do centro universitário

A Fametro ficou em 4º lugar na colocação geral dentre as oito universidades privadas avaliadas no Amazonas pelo Ranking Universitário Folha do site Folha de São Paulo
A Fametro ficou em 4º lugar na colocação geral dentre as oito universidades privadas avaliadas no Amazonas pelo Ranking Universitário Folha do site Folha de São Paulo | Foto: Divulgação

Manaus - O Centro Universitário Fametro comemora, neste mês de setembro, 18 anos de fundação. Fundada em 13 de setembro de 2002, a Fametro está presente em Manaus, Parintins, Itacoatiara, Tabatinga, Tefé, Coari e Manacapuru, no Amazonas, além de ter expandido sua atuação para Santarém, no Pará, Boa Vista, em Roraima, chegando agora em Macapá, no Amapá, e também no Distrito Federal.

Com uma forte identidade social, a instituição avalia que seu principal legado às regiões onde atua – Norte e Centro-Oeste –, nesse processo de maioridade, está nos aspectos educacionais, mas também sociais. “Focamos na educação sem deixar de lado a geração de empregos que se forma cada vez que a Fametro chega a um estado, o incentivo ao empreendedorismo e toda a gama de ações sociais realizadas pelos alunos e professores. Nossas equipes são estimuladas e apoiadas na realização de atividades de arrecadação de doações para os menos favorecidos, como parte das atividades extraclasse, ou com a oferta de serviços à população, nas áreas de ensino”, afirma o presidente do Grupo Fametro, Wellington Lins.

Nessa linha, destacam-se os serviços oferecidos nas Clínicas de Nutrição, Psicologia e Fonoaudiologia, como suporte à comunidade. Mais de 2 mil pessoas já foram atendidas, desde que esses espaços foram inaugurados. Além disso, nos 43 de cursos de graduação da Fametro várias ações com foco social são realizadas, todos os anos.

No curso de Odontologia, por exemplo, o projeto “Multiplicando sorrisos” arrecadou, somente em uma de suas ações, cerca de 500 cestas básicas e 1.200 itens de higiene pessoal (cremes dentais, escovas de dentes, sabonetes). As doações foram acompanhadas de serviços como aferição de pressão, atendimento odontológico, atividades de entretenimento, palestras e bate-papo sobre escovação e limpeza bucal, com a comunidade de localidade do Tarumã.

Já o curso de Gestão Financeira arrecadou alimentos, roupas, produtos de higiene pessoal e brinquedos para a população ribeirinha de Iranduba, através do projeto “Mudando a realidade na comunidade”, tradicionalmente realizado durante o feriado de Páscoa.  

Orientações jurídicas nas diversas áreas do Direito estão entre os benefícios oferecidos à população no Núcleo de Práticas Jurídicas (NPJ) da Fametro. O NPJ realizou o Dia de Mutirão de Conciliação, cuja proposta foi antecipar audiências que ainda durariam cerca de seis meses para serem realizadas pelo Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas. Uma ação que, além de tudo, leva os alunos à prática da profissão.

 A Associação Atlética Acadêmica do curso de Medicina Veterinária da Fametro coloca em prática anualmente o “Trote Solidário” com os calouros, visando a arrecadação de doações para cães e gatos. Mais de 1,3 toneladas de ração é ofertada para o abrigo Pelos e Patas e ONG Bicho Amado (OBA). 

Outro projeto relevante é do curso de Educação Física, a “Caravana Ativa Fametro”, que acontece na Mini Vila Olímpica do bairro Santo Antônio. O evento oferece práticas de atividades físicas, recreação e lazer à comunidade. Durante a ação, ano passado, foram realizados atendimentos a 688 comunitários.

Ainda sob iniciativa da Fametro, reconhecendo que uma boa escrita é fundamental para qualquer área do conhecimento, alunos novatos têm à sua disposição a oferta de curso de nivelamento em língua portuguesa. Mais de 3 mil discentes já passaram por essa etapa, enriquecendo o currículo profissional.

Outra vertente importante lançada pela instituição são as ações voltadas ao fortalecimento da cultura amazonense. Dentro dessa linha, foi criado o Projeto Embaixadores, que iniciou com a escolha em Parintins, de dois ícones para atuarem nesse posto: Edmundo Oran, apresentador do Boi Caprichoso, e Adriano Paketá, Pajé do Boi Garantido. Ambos receberam bolsa de estudos 100% para representá-la, nesse compromisso com a cidade e a tradição cultural.

 Conquistas do Fametro

Melhor Índice Geral de Cursos (IGC), entre todas as instituições do Amazonas, conforme dados do MEC.

- 4º lugar na colocação geral dentre as oito universidades privadas avaliadas no Amazonas pelo Ranking Universitário Folha do site Folha de São Paulo

- Cursos de Turismo e Administração ganharam destaque com 4 estrelas no Guia da Faculdade-Estadão organizado pelo Jornal O Estado de São Paulo, em parceria com a startup Quero Educação

- Construção de prédio sustentável na avenida Constantino Nery, em Manaus. Com selo de certificação de sustentabilidade, a obra vai contar com painéis solares, reutilização de águas servidas e uso de águas da chuva.

 Unidades

- Amapá: pólo oferece 17 cursos de graduação na modalidade semipresencial e EAD (Educação à Distância). Entre os cursos disponíveis, estão Educação Física (bacharel e licenciatura), Pedagogia, Arquitetura, Serviço Social, entre outros.

- Distrito Federal: unidade está em fase de construção.

- Interior do Amazonas: 6 unidades nas cidades de Parintins, Itacoatiara, Tabatinga, Tefé, Coari e Manacapuru.

- Santarém/PA: aquisição de imóvel para instalação de uma unidade. Haverá oferta de cursos técnicos, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e ensino superior nas modalidades de EAD e semipresencial.

- Boa Vista/RR: recentemente, a Fametro adquiriu o Colégio Objetivo, de Boa Vista. Os planos para a unidade são de manutenção da atuação nos segmentos de educação básica, além da expansão do portfólio com oferta também de cursos técnicos, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e ensino superior nas modalidades EAD e semipresencial.

*Com informações da assessoria. 

Leia mais:

MEC lança edital de bolsas remanescentes do ProUni 2020/2

Antigo hotel Cassina do centro de Manaus será polo tecnológico

Universidade russa abre vagas para estudantes brasileiros