Educação


Ensino Médio da rede estadual do AM alcança média nacional no Ideb

Ensino Fundamental manteve pontuações e também alcançou metas nacionais previstas

Ideb avalia rendimento das escolas da rede pública do Brasil
Ideb avalia rendimento das escolas da rede pública do Brasil | Foto: Divulgação/Secom

Manaus - O Ensino Médio da rede pública estadual do Amazonas cresceu e alcançou a média nacional de 3,5 pontos nas avaliações do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O resultado, divulgado nesta terça-feira (15), indica um crescimento em números absolutos no rendimentos dos estudantes, em relação ao Ideb de 2017. Já o Ensino Fundamental manteve suas pontuações, alcançado as metas nacionais previstas.

O Ideb é um indicador criado pelo Governo Federal para medir a qualidade do ensino nas escolas públicas do país. A última edição, realizada em 2017, declarou a nota do Brasil como sendo 5,8 nos anos iniciais, 4,7 nos anos finais e 3,8 no Ensino Médio.

De acordo com os dados apurados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ao alcançar os 3,5 pontos no Ensino Médio, a rede pública estadual do Amazonas se coloca entre os 12 melhores desempenhos do Brasil. O feito mostra um crescimento de 5,9% com relação ao último Ideb, de 2017.

O crescimento interrompe ainda a queda nos índices dessa fase de ensino. Em 2015, o Amazonas alcançou 3,5 pontos, caindo para 3,3 na avaliação seguinte.

 “Tivemos um avanço na educação que, neste momento, não pode retroceder. É importante que continuemos priorizando ações pedagógicas com foco em resultados que elevem não só os índices, mas que façam diferença no processo de ensino e aprendizagem dos nossos estudantes”, disse Luis Fabian, secretário de Estado de Educação, por meio de assessoria.

Ensino Fundamental

No Ensino Fundamental, o Amazonas superou as metas nacionais colocadas pelo Ideb, que acontece a cada dois anos. Nos anos iniciais, a rede superou em 0,6 a meta de 5,2 definida pelo Ministério da Educação (MEC) para 2019, ao alcançar o resultado de 5,8 pontos. Com isso, a rede estadual também já superou a meta de 5,5 definida para o Ideb de 2021.

A manutenção do índice, que é idêntico ao da edição passada, rendeu ao Amazonas o 9º melhor resultado nacional entre as 27 unidades federativas do país.  

Já nos anos finais, a rede estadual também superou a meta em 0,2, mantendo a marca de 4,6 pontos e garantindo o 5º melhor resultado no ranking nacional.

*Com informações da assessoria

Leia mais: 

Professora de escola de Manaus é vencedora em premiação nacional

Ações de educação fortalecem direitos de crianças e adolescentes