Fonte: OpenWeather

    Saúde


    Número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em Manaus aumenta

    Sobe para 18 o número de UBSs para tratamento de Covid-19

    | Foto: Reprodução

    Manaus- Ampliado para 18 o número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) preferenciais para atendimento de casos suspeitos de Covid-19 e Síndromes Respiratórias. Aumentando a rede de assistência básica para combate e controle da doença, e foi determinado a fiscalização mais rigorosa pela Vigilância Sanitária no cumprimento das medidas protetivas.

    O anúncio foi feito pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (18), quando também foi assinado um novo decreto de Situação de Emergência e o fechamento da praia do Complexo Turístico Ponta Negra, zona Oeste.

     “Os dados que temos em mãos não garantem que haverá uma segunda onda, mas são muito preocupantes. A Organização Mundial de Saúde previu uma segunda onda e nós seguimos a OMS, porque seguimos a ciência e não o empirismo”, afirmou o prefeito, ao apresentar um balanço dos indicadores que mostram o crescimento da doença em Manaus. “Estamos aumentando para 18 o número de UBSs preferenciais e aumentando a rede de cobertura básica”, reforçou. “Temos que agir o quanto antes, temos de nos antecipar para garantir os resultados positivos, com mais gente atendida, mais gente testada”, disse Virgílio.

    Segundo Arthur Neto, a intenção é adotar medidas mais rigorosas, proibindo aglomeração em balneários e raves que, na opinião dele, estão sendo responsáveis pelo aumento nos casos da doença. “Gostaria de decretar a proibição dessas festas, mas tenho que ter certeza que contarei com o apoio do Estado”, comentou o prefeito.

    Números crescentes

    Embora ainda não seja possível falar em “segunda onda” da pandemia, a Vigilância Epidemiológica do município registrou aumento na demanda espontânea de casos suspeitos de Covid-19 nas UBS preferenciais. Houve também a confirmação de 4.158 casos novos só entre os dias 1º e 17 de setembro.

    O Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU 192 Manaus) também vem registrando aumento nas ocorrências. Só no dia 17 de setembro, dos 155 chamados, 14 foram casos de Covid-19, o equivalente a quase 10% das chamadas. A Fundação de Vigilância em Saúde no Amazonas (FVS-AM) também indica um aumento 6% de ocupação das UTI e 20% dos leitos clínicos da rede pública e de 10% nos leitos de UTIs e 30% nos leitos clínicos da rede privada.


    Leia mais:

    Ponta Negra é novamente interditada após alta de casos de Covid-19

    Avança planejamento de paisagismo do Distrito Industrial em Manaus

    Com 11 candidatos, eleições devem ser marcadas pela competitividade

    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8