Fonte: OpenWeather

    Medicamentos


    Amazonas lidera consórcio para a compra de 37 tipos de medicamentos

    Consórcio pode levar a economia de 30%

    Consórcio pode levar a economia de 30%
    Consórcio pode levar a economia de 30% | Foto: Reprodução

    Manaus- Liderados pelo Amazonas, os nove estados que compõem o Consórcio da Amazônia Legal deliberaram, na manhã desta segunda-feira (21), em audiência virtual, pela compra consorciada de 37 tipos de medicamentos. 

    Entre os medicamentos aprovados pelos estados estão aqueles para tratamentos de pacientes de saúde mental, como esquizofrenia; doenças crônicas a autoimunes, como psoríase; colírios; tratamentos para pacientes renais crônicos e para tratamento de mioma.

    Além do Amazonas, o consórcio da Amazônia Legal é composto pelos estados do Acre, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. A vantagem na compra consorciada é a economia nas aquisições, que pode ser, hoje, de até 30%.

    Na reunião, que teve à frente o secretário de Estado de Saúde, Marcellus Campêlo, coordenador da Câmara Técnica de Saúde do Consórcio da Amazônia Legal, ficou acordado que os estados têm até esta terça-feira (22) para definir quais as quantidades e itens que cada um pretende inserir na ata de compra, para que seja feita a definição do Termo de Referência do edital.

    *Com informações da assessoria

    Leia Mais: 

    Cardiopatas não precisam parar tratamento se pegarem Covid, diz estudo

    Convenção de prefeito de Autazes causa alvoroço e lotação embalsa

    Estado de saúde da cantora Vanusa é crítico, diz colunista