Fonte: OpenWeather

    Luto


    Personalidades amazonenses lamentam morte de Klinger Araújo

    Conhecido como "furacão do boi", Klinger morreu na manhã desta terça-feira (29) e entristeceu a sociedade amazonense

    | Foto: Divulgação

    Manaus- Vítima de sequelas e complicações da Covid-19, Klinger Araújo morreu nesta terça-feira (29) em Manaus. A morte do artista é um dos assuntos mais comentados na internet, afinal o povo amazonense chora com esta perda. Klinger além de colaborar na divulgação da cultura do Estado no Brasil, conquistava a todos por onde passava com seu bom humor e carinho. Personalidades do Amazonas lamentaram a partida precoce do artista.

    A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, em nota, manifestou profundo pesar pelo falecimento do artista amazonense. Klínger Araújo foi um dos artistas mais populares do Amazonas, sendo carinhosamente conhecido como “Furacão do Boi” graças ao trabalho dedicado aos bumbás Garantido, onde iniciou a carreira na década de 1990; e Caprichoso, onde firmou raízes folclóricas e atuou como cantor, instrumentista e backing vocal.

    “Klinger era uma pessoa extraordinária, que sempre emanava coisas boas. Inspirador, alto astral. Deixa um legado cultural gigante, uma história relacionada à rádio, onde trabalhou durante muito tempo. Trabalhamos juntos em alguns programas de rádio, na Difusora, por exemplo. Um artista inigualável, versátil, irreverente e muito talentoso”, comentou o secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz.

    O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto e a primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, lamentaram a morte do artista parintinense, um dos ícones do folclore amazônico.

    “Aos 51 anos, Klinger ou o ‘Furacão do Boi’, como era conhecido, deixa a cidade de Manaus e todo o Amazonas de luto e com o coração entristecido. É mais uma vítima dessa doença nefasta e sai de cena, prematuramente, deixando o sentimento de que ele ainda tinha muito a contribuir com nossas manifestações culturais”, disse o prefeito.

    O prefeito Artur Virgílio e a primeira-dama Elisabeth Valeiko
    O prefeito Artur Virgílio e a primeira-dama Elisabeth Valeiko | Foto: Divulgação

    Klinger viveu em Manaus desde os 13 anos e foi um dos responsáveis pelo crescimento do movimento boi-bumbá na capital do Amazonas, nos anos 1980 e 1990. Tinha múltiplos talentos: além de músico, compositor e levantador de toadas, fez sua vida profissional como radialista, atuando nas rádios Alvorada (Parintins) e Difusora (Manaus), além de ter se revelado um excelente comediante e imitador.

    “Ele tinha uma veia inegável de artista e de comunicador e se entregou de corpo e alma ao boi-bumbá, sendo um dos primeiros locutores de rádio a divulgar as toadas que recebia de seus amigos compositores”, resgatou a primeira-dama. “Deixará saudades e muitas histórias para essa e as futuras gerações”, destacou Elisabeth Valeiko.

    O prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, destacou a grande perda para o cenário da cultura amazonense e decretou luto oficial na cidade.

    “Recebo com muita tristeza a notícia do falecimento do meu amigo Klinger Araújo, um grande ícone da cultura amazonense. Klinger era filho de uma tradicional família do nosso município. Ainda jovem, foi completar os estudos em Manaus, sem perder sua identidade cabocla. É um momento de muita dor para familiares, amigos e admiradores. Rogamos que Deus possa confortar o coração de todos e perpetuar todo o legado deixado por Klinger em nosso estado. Está decretado três dias de luto oficial no município”, afirmou o prefeito.

    Klinger Araújo e o prefeito Artur Virgílio
    Klinger Araújo e o prefeito Artur Virgílio | Foto: Divulgação

    Boi Caprichoso

    A Associação Cultural Boi-Bumbá Caprichoso lamentou profundamente a morte do toadeiro Klinger Araújo, ocorrida nesta terça-feira (29), em Manaus, devido a complicações causadas pelo Coronavírus.

    O presidente Jender Lobato e o vice Karu Carvalho, ainda impactados com a notícia, se irmanam, neste momento de dor e perda, com familiares e amigos. Ao mesmo tempo, decretam luto de três dias na Agremiação Cultural, em respeito à memória desse grande artista que muito contribuiu para a exaltação da toada e divulgação do Festival Folclórico de Parintins.

    “No dia em que lembramos nove meses da partida do Pop da Selva, Arlindo Júnior, o Furacão do Boi, Klinger Araújo, resolveu ao lado dele e de Emerson Maia, cantar as toadas azuladas no firmamento azul. Ficam nas nossas memórias os grandes momentos e o encontro desses amigos no teatro da vida, como a emocionante flauta de Klinger Araújo acompanhando a interpretação de Arlindo Júnior, no Teatro Amazonas”, falou Jender.

    A última apresentação de Klinger Araújo, em Parintins, pelo boi Caprichoso, foi durante o Carnaboi 2020, onde comandou a Nação Azul e Branca e ainda foi homenageado no Carnailha pelo bloco Fax Clube.

    “Hoje, Klinger, sua flauta se silencia. Seu bailado chora. Seu palco está vazio. E mesmo com as cortinas do palco da vida se fechando sem termos a oportunidade da despedida, o aplaudimos de pé! O Boi Caprichoso, sua diretoria e a Nação Azul e Branca se despendem com um muito obrigado por tudo”, declarou o Presidente do Boi Caprichoso.

    A última apresentação do tocador de toada
    A última apresentação do tocador de toada | Foto: Divulgação

    Outras manifestações de pesar

    Ex-governador e candidato a prefeito de Manaus nas eleições 2020, Amazonino Mendes também lamentou a perda. “O mundo da arte e do encantamento da música dos bumbás de Parintins perdeu um ser humano especial e um artista importante que entra para a história do nosso Estado. Lamento e me entristeço com sua morte, e me solidarizo com seus familiares, amigos e milhares de fãs. O Amazonas inteiro reconhece a imensa contribuição de Klinger Araújo, o nosso 'Furacão do Boi', para a nossa cultura e a alegria de nosso povo”, desse Amazonino.

    Presidente do partido Avante no Amazonas, ex-governador David Almeida, lamentou o falecimento do radialista e grande artista amazonense Klinger Araújo, mais conhecido como o "Furacão do Boi". David manifestou condolências aos familiares de Klinger Araújo, um artista da terra que cantou e encantou multidões com a força da sua voz e ganhou respeito com a sua arte, e deste modo, prestou relevantes serviços a cultura do Amazonas como um dos primeiros a levar as toadas de Parintins para o Brasil.

    Candidato a prefeitura de Manaus David Almeida expressou, ainda, os mais sinceros sentimentos aos amigos e fãs do "Furacão do Boi", pedindo a Deus, em sua infinita bondade, que conforte o coração de todos nesse momento de dor.

    O candidato a prefeito Marcelo Amil lamentou a partida precoce de Klinger. “Depois de nove meses que perdemos o Pop da Selva, é a vez de dar adeus ao nosso Furação do Boi. É uma notícia que entristece nossos corações. O Klinger Araújo sempre foi uma figura fantástica, um cara alegre e sempre carismático. Ele vivia realmente o Boi Bumbá, não só como profissão, mas como movimento. A arte era uma verdade na vida dele. Que ele descanse em paz, e agora o que fica é a saudade desse grande artista”,

    Ricardo Nicolau destacou a partida precoce do artista. “Pioneiro, Klinger foi dono de uma trajetória artística da mais absoluta importância para a cultura amazonense, tendo sido um dos responsáveis por popularizar a toada de Parintins em Manaus e em todo o Brasil, na década de 1990. Klinger parte deixando a saudade de sua alegria contagiante e o exemplo de profissionalismo, amizade, comprometimento e contribuição para a arte do Boi Bumbá. Em meu nome e de toda família Nicolau, nossas sinceras condolências e solidariedade a seus familiares, amigos e legião de fãs neste momento de dor e eterna saudade”, destacou o político.

    Alfredo Nascimento (PL), lamentou profundamente a morte do artista de boi bumbá, Klinger Araújo ocorrida nesta terça-feira (29). “Mais uma vida que se foi por conta desse vírus invisível, o novo coronavírus. Klinger lutou até o fim para vencer essa doença, mas teve complicações e não resistiu. Oro a Deus para que conforte toda a família e fãs neste momento tão difícil em que não foi possível vencer a batalha contra a Covid-19. Fica o exemplo de um artista que alegrou e encantou milhares de fãs com seu talento e bom humor”, disse Alfredo.

    Leia Mais: 

    Furacão do Boi: Klinger Araújo morre de Covid-19 em Manaus

    Plataformas de ônibus em grandes corredores de Manaus serão reformadas

    Pais e responsáveis podem agendar visita às escolas em Manaus