Frutos do Norte


Tucumã combate o envelhecimento precoce e aumenta a defesa do corpo

Veja como deve ser o consumo do tucumã e da pupunha. Nutricionista explica os benefícios dos frutos para a saúde

O tucumã é rico em vitamina A, B1 e C. É facilmente encontrado em feiras e bancas de frutas em Manaus
O tucumã é rico em vitamina A, B1 e C. É facilmente encontrado em feiras e bancas de frutas em Manaus | Foto: Arquivo/Em Tempo

Manaus – Amazonense ou não, se você mora em alguma cidade do Estado, já deve ter experimentado o X-caboquinho, tradicional lanche do Amazonas. O sanduíche é montado com pão francês, tucumã, queijo coalho e banana frita. Ou quem sabe a tapioca regional com os mesmos ingredientes.

Um dos ingredientes dessas deliciosas receitas é o tucumã. Fruto da região Amazônica, tem a cor alaranjada, a polpa fibrosa e sua palmeira pode chegar a 15 metros. Além do fruto, é possível aproveitar o palmito, o óleo gerado da semente para a culinária, a produção de sabão e cosméticos, a fabricação de brincos por meio do tronco e até confecção de redes por meio de cordas de sua folhagem.

Segundo a nutricionista clínica, Ana Rita Gaia, o tucumã pode ser uma boa fonte para rejuvenescimento e até usado para combater o diabetes, doença que atinge mais 13 milhões de brasileiros, de acordo com a Sociedade Brasileira do Diabetes.

O óleo do tucumã é produzido pela amêndoa do fruto e pode ser usado na culinária, na produção de sabão e cosméticos
O óleo do tucumã é produzido pela amêndoa do fruto e pode ser usado na culinária, na produção de sabão e cosméticos | Foto: Divulgação/Wikimedia Commons

“O fruto é rico em nutrientes importantes para a nossa saúde, que vem sendo utilizada para ajudar a prevenir e a tratar o diabetes, pois é rica em ômega-3 e gordura, diminuindo a inflamação e o colesterol alto, ajudando também no controle do nível de açúcar no sangue.  Além do ômega-3, o tucumã também é rico nas vitaminas A, B1 e C, tendo um alto poder antioxidante que é responsável por prevenir o envelhecimento precoce e fortalecer o sistema imunológico.

Pupunha

Outro fruto da região Amazônica é a pupunha. Ela também contribui para a saúde, com minerais e antioxidantes. “A fruta pupunha é uma das melhores escolhas. Além de saborosa, ela é fonte importante de ferro, potássio, cálcio, fibras e possui uma grande quantidade de vitamina A e C. Também é ideal para ser incluído em dietas restritivas de açúcar e na primeira infância”, apresenta.

A pupunha é ideal para quem quer perder peso, pela saciedade, porém, deve ser consumida de 2 a 3 unidades por dia
A pupunha é ideal para quem quer perder peso, pela saciedade, porém, deve ser consumida de 2 a 3 unidades por dia | Foto: Fernando Sett/reprodução

Ingerir com moderação

Para quem quer ter uma alimentação balanceada, todas as frutas são bem-vindas no dia a dia. No entanto, a quantidade é primordial para não afetar a saúde. “A porção ideal para uma dieta balanceada é de 2 a 3 unidades por dia e podem ser consumidas em qualquer refeição. A pupunha deve ser cozida e o tucumã cru”, aconselha a nutricionista. Caso sejam consumidas em excesso, podem ocasionar hipervitaminose tipo A, que é o excesso de vitamina, e o aumento de peso por serem calóricas. 

Leia mais:

Pesquisadores na Amazônia investigam planta para tratamento de câncer

Saiba quais alimentos ajudam a combater a anemia

Tem crise de ansiedade e insônia? Cinco plantas podem ajudar; confira