Mobilidade Urbana


Prefeito garante 3 estações de transferência de passageiros em Manaus

Prefeito Arthur Virgílio Neto vistoriou o andamento das obras na estação Parque das Nações

| Foto: Alex Pazuello

A Prefeitura de Manaus vai entregar, no mês de novembro, mais três estações de transferências de passageiros, que estão sendo construídas na cidade dentro do pacote que tem como meta dar mais condições de mobilidade e comodidade para quem utiliza o transporte coletivo.

Na tarde desta quarta-feira (7), o prefeito Arthur Virgílio Neto vistoriou o andamento das obras na estação Parque das Nações, construída na avenida Max Teixeira, Zona Norte, e que já está com 75% de conclusão.

A primeira estação, a São Jorge, moderna e bem equipada, construída dentro do complexo viário Ministro Roberto Campos, já está em pleno funcionamento. “Essas estações vão trazer as mesmas modernidades que já existem na estação São Jorge, com embarque controlado eletronicamente, portas automáticas, plataformas, piso em asfalto rígido para garantir maior durabilidade e aguentar o fluxo de ônibus”, observou o prefeito, destacando o padrão adotado nas estações.

Além da São Jorge e Parque das Nações, outras duas estações estão sendo construídas, uma delas, a estação Santos Dumont, na avenida Torquato Tapajós, já com 65% das obras realizadas.

A outra, a estação Arena, construída na avenida Constantino Nery, em frente às arenas da Amazônia e Amadeu Teixeira, também com 65% de conclusão.

Pacote de obras

A construção das estações de transferência integra o pacote de obras para a Mobilidade, lançado pela Prefeitura de Manaus, que incluem, também, os complexos viários Ministro Roberto Campos (já entregue e em funcionamento na avenida Constantino Nery, entre as ruas Pará e João Valério), e Professora Isabel Victória (na avenida Max Teixeira, em frente à entrada do conjunto Manoa), com previsão de entrega para a segunda quinzena de novembro; as reformas dos terminais T3, T4 e T5; a reconstrução do T1 e a construção do T6; além da reforma de 16 Estações de Embarque e Desembarque de Passageiros (Plataformas) ao longo dos corredores Constantino Nery, Torquato Tapajós e Max Teixeira.

“Esse pacote vai fazer com que preparemos Manaus para a mobilidade urbana. Eu estou fazendo isso desde o início do meu governo, mas agora estamos fazendo com mais rapidez, graças ao equilíbrio em nossas finanças e à credibilidade que construímos junto ao mercado financeiro, que nos possibilitou fazermos muitas obras”, afirmou o prefeito. “Na hora da necessidade, fiz o que era necessário. Agora que tenho recursos, não vou deixar de fazer obras”, concluiu.

*Com informações da assessoria