Descaso


Em Manaus, filas em bancos persistem todos os dias durante a pandemia

Clientes reclamam em passar horas na fila, mesmo os que têm atendimento preferencial

A Caixa Econômica Federal tem filas todos os meses quando a população vai receber o auxílio
A Caixa Econômica Federal tem filas todos os meses quando a população vai receber o auxílio | Foto: Bruna Oliveira

Manaus – Desde o início do recebimento do auxílio emergencial é possível visualizar filas gigantescas ao redor de agências da Caixa Econômica Federal em Manaus, no Amazonas.  No entanto, as longas filas também são uma realidade em outros bancos.

Na agência do Banco do Bradesco, na Avenida Álvaro Maia, por exemplo, pessoas estavam na fila há uma hora sem atendimento na última quarta-feira (7).

Uma mulher na fila, que preferiu não se identificar, reclamou da demora do atendimento. “Apesar de estar uma hora esperando, estou bem, mas e os idosos?", questiona.

Na foto, a senhora levou um banco para se sentar, pois passou por uma cirurgia há pouco tempo
Na foto, a senhora levou um banco para se sentar, pois passou por uma cirurgia há pouco tempo | Foto: Vanessa Lemes

Com a espera na parte externa da agência, com o clima em 31ºC na hora do almoço, uma senhora de 86 anos estava em pé na fila.

“Todos os meses eu venho com a minha avó para desbloquear o cartão dela para empréstimo e ficamos muito tempo esperando. No mês passado, ela desmaiou de tanto esperar. O desbloqueio no cartão demora um minuto e temos que ficar esperando por horas”, desabafa a autônoma, Ana Paula Lima, que está grávida.

Falta de comunicação com os clientes

Outra reclamação além da espera, é a falta de comunicação por parte da agência. Acompanhando o irmão, a dona de casa Samanta Lopes vai na mesma agência todos os meses para receber o pagamento do INSS.

“No mês de setembro, ficamos na fila por muito tempo e só depois uma pessoa olhou que tinha um aviso na porta dizendo que o banco não abriria. É um desrespeito! Somos clientes, eles poderiam ter avisado de alguma outra forma”, contesta.

Caixa

Segundo a assessoria da Caixa Econômica Federal, o banco permanece realizando ações sistêmicas para melhorar o atendimento nas agências e oferecer um serviço adequado aos beneficiários.

“Entre elas, destacamos a implementação de calendários escalonados de saque do Auxílio e do FGTS Emergencial e a abertura de agências aos sábados.”

Agência da Av. Álvaro Maia com clientes esperando há mais de uma hora
Agência da Av. Álvaro Maia com clientes esperando há mais de uma hora | Foto: Vanessa Lemes

No caso da agência Compensa (AM), que realiza muitos atendimentos, de acordo com a assessoria, o banco adotou medidas como o aumento do quantitativo de recepcionistas e vigilantes alocados exclusivamente para o atendimento de benefícios sociais e o início da recepção qualificada antes da abertura da unidade.

“O banco reforça que não é preciso madrugar nas filas e esclarece ainda que todas as pessoas que comparecem às agências no período compreendido entre 8h e 13h são atendidas no mesmo dia. Elas recebem senhas e, mesmo com as unidades fechando às 13h, o atendimento continua até o último cliente”, declara.

Para tentar evitar as filas, a agência orienta os clientes a acessarem os serviços do banco por meio dos canais digitais, disponíveis no Internet Banking CAIXA, pela internet e aplicativo no celular.

Bradesco

Conforme a assessoria do Bradesco, os funcionários do banco estão orientados a organizarem o atendimento nas agências e nas salas de autoatendimento de forma a evitar concentração de pessoas no interior dos ambientes, preservando a recomendação de manter distância mínima de 1,5 metro entre elas.

A entrada nas agências é escalonada. Podem entrar de 5 em 5 ou de 10 em 10 pessoas, dependendo do tamanho de cada agência. O Bradesco redimensionou ainda o atendimento em um sistema de rodízio, no qual os funcionários se revezam em turnos semanais.

"O Bradesco tem intensificado a comunicação com os seus clientes para que priorizem a utilização dos canais digitais para realizar suas operações com o Banco. Produtos e serviços disponibilizados pelo Banco podem ser acessados por meio destes canais - celular, internet, equipamentos de autoatendimento e Fone Fácil", informou em nota.

Ainda conforme a nota, desde o início da pandemia, a Rede de Agências do Bradesco está funcionando em horário diferenciado de atendimento.

"O objetivo é preservar a segurança de todos os clientes e funcionários, evitando riscos de propagação do novo coronavírus pela proximidade de pessoas. O horário de atendimento é entre 10h e 14h para o público em geral.  Para aposentados e pensionistas do INSS, o atendimento começa uma hora antes e, nos dias de pagamento desse público, a abertura das agências acontece com duas horas de antecedência, ou seja, às 8h", finaliza.

Leia mais:

Quase 150 mil estrangeiros receberam auxílio emergencial

Amazonas anuncia pagamento de R$ 3,2 mi em subvenções juta e a malva

Saiba tudo sobre o prazo de saque do auxílio emergencial